Novelas

'Verão 90': Janaína encontra Jerônimo, e ele humilha a mãe

Ele leva um susto e pede que ela vá embora para conversarem depois

Agência O Globo

Janaína (Dira Paes) vai conseguir encontrar Jerônimo (Jesuita Barbosa) em "Verão 90". Moana (Giovana Cordeiro) vê uma foto do rapaz criança e diz a Janaína que o conheceu na festa dos Ferreira Lima. Ela procura Herculano (Humberto Martins) e ele conta que viu o filho dela apenas no dia anterior. O empresário dá a ela o endereço da casa onde Jerônimo está e Janaína vai atrás dele.

Foto: Reprodução

Ele leva um susto e pede que a mãe vá embora para conversarem depois. Mas Janaína insiste. "Você acha mesmo que eu vou virar as costas e sair por aquela porta? Você tá mentindo, fingindo ser quem não é... Tá na cara que você fez uma besteira e das grandes! Não tem nada nesse mundo que não dê pra ser consertado", diz ela.

Jerônimo explode: "Eu não quero a sua ajuda! Eu não quero você, mãe! O que eu preciso fazer pra você entender isso?!". Janaína se surpreende com a explosão de Jerônimo. Ele, descontrolado, parte pra cima dela. "Mãe, você é um atraso de vida, sempre foi! Eu morria de vergonha quando você vendia sanduíche na praia, fugi pra tentar sair daquela vida e você e o idiota do meu irmão vieram atrás de mim! É inacreditável! Eu tive que entubar ir pra Armação do Sul, ver você sonhando com uma porcaria de um restaurantezinho de beira de estrada! Tive que aturar essa sua cabeça de pobre! Eu sou diferente de vocês, mãe! Eu sempre fui! Eu penso grande, sacou?".

Janaína pergunta se pensar grande é mentir e enganar os outros. "Melhor do que passar a vida mofando em ponto de ônibus, em fila de hospital público, comendo prato feito em boteco", diz ele. "Nada disso é motivo de vergonha, não, Jerônimo!... E ninguém gosta de mofar em ponto de ônibus e de ser mal atendido em hospital público. A pessoa atura isso porque... ", fala ela, que é cortada pelo filho: "Porque é otário!". Não, meu filho! Porque tem gente que pensa como você! Que acha que pode passar a perna nos outros pra ter privilégio! E quando você fura a fila, Jerônimo, sempre vai ter alguém que vai ficar pra trás!".

Jerônimo continua: "Contanto que não seja eu... Acorda, mãe. Gente que pensa como você, passa da vida esquentando a barriga no fogão". Ela o encara, magoada: "Você se acha melhor do que os outros, né, Jerônimo? Numa coisa você tá certo. Você é diferente de mim. E graças a Deus você é diferente do seu irmão". Ele pede que a mãe vá embora e o esqueça. "Muito bem, se é isso que você quer... eu vou. Mas uma hora você vai vir atrás de mim, meu filho. Pode apostar que vai", diz ela que sai, deixando Jerônimo ali, muito abalado.