Onde Está Meu Trio

Curtição segura: confira dicas sobre relações sexuais durante o carnaval

Para que a combinação de curtição e prazer aconteça da melhor forma, são necessários alguns cuidados

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um dos principais ingredientes do Carnaval, a paquera é presente entre o público que quer curtir a folia e buscar "maiores intimidades" com outras pessoas, como, por exemplo, relações sexuais. Mas para que essa combinação de curtição e prazer aconteça da melhor forma, com segurança e respeito ao corpo alheio, são necessários alguns cuidados.

Para ajudar nisso, os terapeutas tântricos Mahaprabhu e Satta Flor, que fazem parte do projeto TantrAamor, recomendam algumas atitudes que podem fazer com que a experiência seja totalmente positiva. “É legal curtir, mas atento para se preservar do que faz mal para o corpo e a mente”, diz Satta Flor.

Foto: Valter Pontes/Secom

Confira as dicas dos terapeutas:

1 - Não sofra com as imposições sociais
No Carnaval, quando a gente "bota o corpo pra jogo", vem junto uma série de “regras” que colocam muita gente para baixo. Esqueça o peso, a celulite, as estrias, se não depilou... o corpo é seu. E outra, que beber até amanhecer, ficar com mais de uma pessoa na noite? Ok também!

2 - Esqueça os tabus
Mesmo que aconteça de você conhecer o grande amor da sua vida no circuito Barra-Ondina, no geral, Carnaval é tempo de se liberar das amarras sociais, e isso inclui apego, ciúme, controle emocional, críticas ao outro e cobranças sem sentido. Esse pode ser o momento ideal para experimentar coisas que sempre teve curiosidade, mas nunca se permitiu fazer.

3 - Não é não
Nem você nem ninguém é obrigado à nada. Então, se não está a fim, não fique. Se a outra pessoa não te quis, respeite e siga o baile.

4 - Se não quer, não vá
Tá ficando com a pessoa e sentiu que não vai dar o que preste? Se sai logo, diga que não quer continuar e se despeça sem remorso.

5 - O clima esquentou e agora?
Procure um lugar com privacidade para evitar qualquer problema, seja com a polícia ou com alguma filmagem que te exponha na internet.

6 - Na minha casa ou na sua?
Nem na sua, nem na da pessoa. Mesmo tendo tudo a ver, amigos em comum inclusive, lembre-se que você nunca viu nem conviveu com essa pessoa antes. Então, evite levar quem não conhece para casa nem vá para a do "crush". Melhor eleger um lugar neutro.

7 - Camisinha no bolso
Não custa nada lembrar que sexo bom é sexo seguro. Além de evitar uma gravidez, o preservativo protege a ambos de doenças sexualmente transmissíveis. Se a ideia é curtir o Carnaval, ande com mais de um no bolso para não passar vontade.

8 - Compartilhe a localização
Conte aos amigos de confiança o que está rolando. "Dar um perdido" é péssimo porque preocupa as pessoas. Não precisa entrar em detalhes se não quiser, mas é bom que alguém saiba por onde você anda para que, se algo esquisito acontecer, te encontrar rapidamente.