Carnaval

Em primeiro dia de testes rápidos, 17 pessoas são diagnosticadas com HIV

Foram feitos 1.314 teste somente no sábado e também houve 49 diagnósticos de sífilis e quatro de hepatite C

Clarissa Pacheco*
- Atualizada em

No primeiro dia de funcionamento dos postos Fique Sabendo - para testagem de DSTs, Aids e hepatites virais - mantidos pela Prefeitura de Salvador, 17 pessoas foram diagnosticadas com HIV, 49 com sífiles e outras quatro com hepatite do tipo C. Os dados, referentes ao sábado de Carnaval (6), foram divulgados na manhã deste domingo (7) o pelo secretário municipal de Saúde de Salvador, José Antônio Rodrigues Alves, durante entrevista coletiva para balanço do quarto dia de Carnaval.Os dois postos - um na Rua Afonso Celso (Barra), em frente ao Beco da Off, e outro na Praça Municipal, ao lado do Elevador Lacerda - realizaram ontem 1.314 testes rápidos. "O atendimento de ontem nas unidades é recorde, nós nunca fizemos tantos testem em um único dia", disse o secretário. Ele atribui esse aumento no número de testes realizados à maior confiança das pessoas no sistema."Essas unidades são dotadas de bioquímicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, que fazem o acompanhamento desses pacientes quando eles recebem o diagnóstico para que possam, de imediato, começar o tratamento", explica José Antônio.Os testes completos duram entre 30 e 40 minutos e o diagnóstico não é compartilhado com familiares ou acompanhantes do paciente - apenas se o próprio paciente solicitar a presença de alguém. O espaço, segundo o secretário, é bastante discreto e, se decidir, o folião que receber o diagnóstico positivo pode até mesmo sair por uma outra porta da unidade.Baixe o aplicativo Onde Está Meu Trio? e encontre-se na folia!

Carnaval 2016: confira a programação oficial do Circuito Osmar (Campo Grande)

Confira a programação completa dos blocos no Circuito Dodô (Barra)

Carnaval 2016: confira a programação oficial do Circuito Batatinha (Pelourinho)

Palco do Rock divulga programação completa: Confira

Saiba onde seu artista preferido vai estar durante os seis dias de Carnaval

Salvador terá 2.615 ônibus circulando no período do Carnaval

Metrô de Salvador terá funcionamento especial durante o Carnaval

Confira a programação do Carnaval nos Bairros de SalvadorAtendimentosOs postos médicos do Carnaval e as unidades fixas realizaram nos últimos cinco dias de festa um total de 2.525 atendimentos - em 2015, neste mesmo período, foram 2.265. "Em termos de números globais, nós ainda estamos com um aumento de 11,5% em relação ao ano passado, mas aí eu chamo a atenção que nós estamos com um dia a mais de Carnaval, que é a quarta-feira", disse o secretário de Saúde, José Antônio Rodrigues Alves.Do total de atendimentos, a maior parte deles ainda é de ordem clínica (72%). Destes, 313 tiveram relação com intoxicação por bebida alcoólica. O secretário atribui esse número à ingestão de bibidas quentes, como Príncipe Maluco. Apesar disso, houve redução, de cerca de 7%, em relação aos casos de intoxicação por bebida alcoólica em relação ao ano passado. As mulheres têm sido as maiores vítimas desse tipo de intoxicação esse carnaval - 53% do total.A maior parte dos atendimentos este ano foram feitos no posto do Farol da Barra, seguido da Sabino Silva, Adhemar de Barros, Piedade e Shopping Barra. Os postos fizeram 308 atendimentos de bucomaxilofacial decorrentes de agressões físicas, como socos e pontapés, e também por quedas.Foi registrado, no último sábado (6), um atendimento, no final do Circuito Mestre Bimba, no Nordeste de Amaralina, por disparo de arma de fogo. A vítima foi atendida e encaminhada ao Hospital Geral do Estado (HGE). A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) não divulgou o nome do paciente.

Correio24horas