Carnaval

Ju Moraes leva samba para Barra-Ondina e homenageia Clara Nunes

"Ela foi muito especial, um ser de luz, ela abriu muitas portas para nós, sambistas mulheres", conta

Daniel Silveira
- Atualizada em

O Circuito Dodô (Barra-Ondina) foi tomado pelo samba de Ju Moraes na noite de domingo (7). A cantora encerrou sua programação de Carnaval homenageando um dos maiores ícones do samba no Brasil, Clara Nunes. “Ela foi muito especial, um ser de luz, ela abriu muitas portas para nós, sambistas mulheres”, conta.


No repertório, 106 sambas históricos, entre eles alguns que ficaram famosos na voz de Clara, como ‘Ê Baiana’ e ‘Morena de Angola’. Tudo porque o tema do seu carnaval foi o centenário do ritmo que nasceu na Bahia. “O repertório tenta abarcar toda a história do samba e também os diversos estilos dele, como o chula, gafieira, partido alto e até o pagode baiano”, explica.

Baixe o aplicativo Onde Está Meu Trio? e encontre-se na folia!

Carnaval 2016: confira a programação oficial do Circuito Osmar (Campo Grande)

Confira a programação completa dos blocos no Circuito Dodô (Barra)

Carnaval 2016: confira a programação oficial do Circuito Batatinha (Pelourinho)

Palco do Rock divulga programação completa: Confira

Saiba onde seu artista preferido vai estar durante os seis dias de Carnaval

Salvador terá 2.615 ônibus circulando no período do Carnaval

Metrô de Salvador terá funcionamento especial durante o Carnaval

Confira a programação do Carnaval nos Bairros de SalvadorAlém disso, estavam também entre as canções tocadas algumas canções populares de axé. “A gente colocou essas porque falam de samba”, diz. Faraó, Dandalunda, Maimbê e Levada Louca também entraram no repertório como uma homenagem ao ritmo baiano, que em 2015 completou 30 anos.Depois do Carnaval Ju Moraes diz que vai descansar e aproveitar para comer algumas besteiras. “Vai ser uma semana comendo doce, glúten, lactose e depois metade desintoxicando”, brinca. Em seguida a cantora começa a produzir seu novo disco, que deve ser lançado ainda esse ano. Ju deve ficar entre o Rio de Janeiro e Salvador durante a produção do álbum, mas garante que não vai se mudar para a Cidade Maravilhosa. “Tem minha família aqui, minhas raízes, não consigo ir embora nunca”, finaliza.


Assista ao vídeo:





Correio24horas