Quero Ser Aprovado

Como se preparar para uma prova de língua estrangeira

Todo o cuidado com falsos cognatos, modal e prhasal verbs. Em espanhol, verbos irregulares são os vilões

Agência O Globo
- Atualizada em

A cada ano, pode-se perceber nos editais que a língua estrangeira tem se mostrado um conteúdo bastante requisitado e que, portanto, os candidatos devem ficar mais atentos ao estudo do idioma, principalmente o inglês, mais cobrado do que o espanhol em concursos públicos.

Segundo Leila Eto, professora de inglês em cursos preparatórios para concursos, há alguns tópicos gramaticais que são abordados com tanta frequência que sempre é bom estar com o estudo atualizado. São eles:

Uso de conectivos — O estudo de conectivos é importante porque é comum que as bancas apresentem questões que envolvam as ideias transmitidas por tais termos e também porque o seu conhecimento beneficia o candidato na leitura e contextualização do texto.

Uso de modais — May, must, should, ought to, will e outros são verbos que comumente aparecem nos exames. Pode-se avaliar o conhecimento de tal tópico em relação à ideia que ele transmite, quando se pede, por exemplo, um modal que transmita a ideia de habilidade ou se coloca uma série de trechos do texto cujos modais aparecem em negrito com a ideia ao lado. Vale a pena reservar um tempo de seu programa de estudo para este item.

Referência contextual — A repetição de termos que já apareceram em um texto pode gerar uma leitura cansativa. Para se evitar esta repetição, faz-se o uso de pronomes ou termos que substituem palavras que já apareceram no texto. Como estudar este tópico? Muita leitura. Grife os termos que apareceram, por exemplo: Brazil, e no decorrer do texto teremos termos como: this emerging nation, its, which, e tantos outros que poderão fazer referência a ele.

Phrasal Verbs — O que significa make up? E give in? E call off? E put off? Tais formações fazem parte de uma longa lista de verbos que são cobrados nas provas e que merecem uma atenção especial de todo candidato.

Falsos cognatos — Actually, balance, legend são termos que são instantaneamente traduzidos por você sem nenhuma dificuldade? Cuidado, você pode estar diante de um termo que o levará ao completo equívoco no momento da interpretação de certo trecho do texto devido a sua semelhança com palavras da língua portuguesa. Estude os principais “falsos amigos”. Outros exemplos: actually, compromise, library, magazine, resume. Em espanhol, os falsos cognatos mais comuns são : todavía (ainda), sin embargo (entretanto); en cuanto (assim que).

Importância dos verbos — Em espanhol é essencial conhecer as conjugações verbais, já que, como em português, os verbos mais utilizados são irregulares. Já no caso do inglês, o conhecimento dos verbos como instrumento de vocabulário pesa mais. Os tempos verbais são secundários na interpretação de textos, mas em questões de múltipla escolha, quando questionado em estruturas gramaticais, é preciso o candidato conhecer bem.

Interpretação de textos — Para ajudar na interpretação de texto, reserve alguns minutos de seu dia para a leitura de artigos contextualizados na sua área de atuação. Assim, por exemplo, se você estiver se preparando para uma prova da Petrobras, procure realizar a leitura de textos que envolvam assuntos ligados à área de petróleo; se você estiver se preparando para uma prova ligada à área fiscal, busque textos que estejam relacionados a esta área. Mas, o mais importante: leia muito. Política, atualidades, economia. E, ao se deparar com um termo que lhe parece estranho, procure entender a ideia que transmite. Amplie seu conhecimento no dia a dia para que no momento da realização da prova você esteja familiarizado com o idioma.

Pegadinhas — As pegadinhas são típicas em provas de línguas estrangeiras. De modo geral, o candidato tem que focar na questão. Muitas vezes, há mais de uma alternativa correta, mas apenas uma envolve o ponto principal. Outra pegadinha muito comum, que costuma “pegar os afobados”, é quando a alternativa está correta até uma parte, mas na segunda frase apresenta uma ideia completamente diferente. No caso do espanhol, são justamentos os verbos irregulares e os falsos cognatos os campeões das pegadinhas