Quero Ser Aprovado

Entenda o que é intertextualidade, como identificá-la e usá-la nos textos

Esse é um dos conteúdos mais presentes no Enem e em vestibulares

Especial de Conteúdo
- Atualizada em

Oferecimento
Você sabe o que é intertextualidade? Se está estudando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e para vestibulares, é importante que saiba. E além disso, consiga identificá-la e usá-la nos textos. A intertextualidade, um dos conteúdos mais presentes nessas provas, é um ramo da Linguística Textual que consiste na influência ou relação entre dois ou mais textos, analisando as referências existentes entre eles. Ou seja, é uma espécie de diálogo entre imagens, texto ou ambos. 


Há algumas formas da intertextualidade aparecer nas provas. Ela pode ser implícita ou explícita. No primeiro caso, a referência não é de entendimento óbvio, sendo bem sútil. Ou seja, requer mais atenção do candidato. Já a explícita tem uma referência clara e direta, sem a necessidade de um conhecimento prévio ou tanta atenção para identificar.

Foto: Divulgação

Esse recurso pode aparecer como:

- Citação

Nesse caso, a intertextualidade é feita de maneira direta, com a inserção de aspas ou até mesmo em metálico, em caso de algo digitado;

- Alusão

Aqui, a intertextualidade é feita de maneira indireta e simbólica, usando referências de elementos de um texto em outro;

- Paródia

A paródia é caracterizada pelo tom humorístico e irônico, sendo uma releitura de uma composição literária ou musical de maneira satírica;

- Paráfrase

Esse recurso é muito utilizado pelos candidatos nas redações de vestibulares. A paráfrase consiste na recriação de um texto com suas próprias palavras, mas que mantenha a ideia central