Quero Ser Aprovado

Você sabe usar vírgula? Confira quatro dicas para nunca mais errar

Regras podem parecer difíceis, mas alguns macetes ajudam a não errar nem esquecer o uso correto

Especial de Conteúdo
- Atualizada em

O uso correto da vírgula pode ser um grande obstáculo para muitos estudantes. O assunto é comumente cobrado em provas de Português e é essencial para uma boa redação, por isso é muito importante saber o uso certo. 

As regras podem parecer difíceis, mas alguns macetes ajudam a não errar nem esquecer o uso correto da vírgula, como por exemplo entender a relação entre sujeito e verbo. O primeiro mandamento do uso da vírgula é: não se separa sujeito do verbo. 

Nesse caso, o ideal é começar identificando o verbo principal, que é a palavra que indica ação, o que está ocorrendo ou sendo feito. Depois, é encontrar quem está fazendo a ação, ou seja, o sujeito. Entre esses dois elementos não há vírgula.

Outra regra fundamental é: antes do uso do mas, sempre use vírgula. É um macete fácil e rápido de memorizar. A vírgula também sempre será utilizada antes dos gerúndios (verbos terminados em -ando, -endo, -indo).

Por fim, você usará vírgulas antes de conectivos, que servem para ligar duas informações. São eles:

- Porém

- Contudo

- Entretanto

- No entanto

- Apesar de (que) / Apesar disso

- Ainda assim

- Embora

- Senão

- Mesmo que

- Nem que

- Por mais/menos que

- Desde que

- Logo

- Portanto

- Pois

- Por isso

- Já que

- Visto que

- Assim como

- Bem como

- Que nem

- De modo que