Casal suspeito de matar empresário em pousada de Salvador é preso em Minas Gerais


Foto: Reprodução / Redes Sociais

O casal investigado pelo homicídio do empresário Roberto Neri Franco Lopo, de 57 anos, encontrando morto dentro de uma pousada no bairro de Amaralina, em Salvador, foi preso em Minas Gerais nesta quinta-feira (22).

A dupla estava sendo monitorada e foram localizados durante uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), quando tentavam fugir para uma cidade do interior mineiro.

O casal havia sido identificado pela Polícia Civil na última segunda-feira (20). De acordo com os militares, câmeras de segurança do estabelecimento, que fica localizado no bairro de Amaralina, na orla da capital baiana, ajudaram na identificação dos suspeitos. O casal havia fugido do local antes do corpo ser localizado.

O caso aconteceu na noite de segunda-feira (19). Segundo a polícia, o corpo de Roberto Neri estava amarrado e tinha sangramento. Ele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Salvador, onde foi periciado e segue nesta terça. O sepultamento deve ser realizado na quarta (21).

Ainda de acordo com a Polícia Civil, os dois serão encaminhados para uma unidade em Minas Gerais, onde ficarão custodiados à disposição da Justiça, aguardando recambiamento para a capital baiana, para serem ouvidos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Autor

Roberto era autor do livro “Hiperprodutividade” e coautor do “Terapeutas do século XXI”. Nas redes sociais, ele se apresentava como escritor, hipnoterapeuta, psicoterapeuta, palestrante e empreendedor.

Leia mais sobre Salvador no ibahia.com e siga o portal no Google Notícias