Salvador

296 pessoas tiveram SalvadorCard suspenso por suspeita de fraude; veja lista

A decisão da suspensão foi publicada na edição de quarta-feira (26)

Redação Correio 24h

Um total de 296 pessoas teve o benefício de gratuitade ou de uso de meia passagem do SalvadorCard por suspeita de fraudes em Salvador. A decisão da suspensão foi publicada na edição de quarta-feira (26) do Diário Oficial do Município e vale por 180 dias a contar do início da suspensão.

Por meio de reconhecimento facial, um novo sistema do Salvador Card, que está funcionando desde março,  consegue identificar quem está usando o cartão. Após o sistema constatar que quem usou o cartão não foi o titular cadastrado no sistema, o usuário é chamado pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) para apresentar uma justificativa em até 10 dias. 

O usuário pode justificar que houve o uso indevido caso tenha perdido o cartão ou tenha sido roubado. Caso isso não aconteça, o benefício é suspenso por seis meses. Caso haja reincidência da fraude, o usuário tem o cartão cancelado de maneira permanente. Confira a lista.