Salvador

Ação contra reajuste do IPTU será julgada nesta quarta-feira (30)

Liminar pede suspensão dos efeitos da lei do IPTU e da ação de inconstitucionalidade

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Será julgado nesta quarta-feira (30), a liminar que pede  a suspensão dos efeitos da lei do Imposto Predial e Territorial Urbano (ITPU) e ação direta de inconstitucionalidade (Adin), ambas movidas pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seção - Bahia (OAB).


O julgamento estava previsto para acontecer no de 9 de julho, mas de acordo com a OAB-BA, a desembargadora Silvia Zarif pediu o adiamento do julgamento pois o voto do desembargador relator, Roberto Frank, não havia sido enviado aos demais desembargadores.


No dia 8 de julho, a prefeitura limitou o pagamento do IPTU até 2017,  tendo em vista a atualização baseada na variação mensal do Índice de Preços ao Consumidor do Município (IPCA).


A medida foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM), após aprovação do projeto pela Câmara de Vereadores. Além dessa, a lei que trata das condições de pagamento do Imposto sobre a Transmissão Inter Vivos de Bens Imóveis (ITIV) também foi aprovada.