Salvador

Acusado de assassinar professora em Vila Laura é apresentado pela polícia

Danilo, que tem passagens pela polícia por receptação e adulteração de veículo, admitiu no interrogatório ter atirado em Andréa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Foi apresentado nesta terça-feira (6), no auditório do prédio-sede da Polícia Civil, no bairro da Piedade, Danilo Neri dos Santos, 18, que matou a professora Andréa Borges Astolpho, na manhã do último domingo (4), no estacionamento de uma delicatessen, no bairro de Vila Laura, em Salvador.


Investigadores da 6ª Delegacia Territorial (DT) prenderam o atirador e apreenderam os dois comparsas na localidade Baixa do Alto do Cruzeiro, na região de Brotas, na tarde de segunda (5).

A diretora do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), delegada Maria Fernanda Porfírio, o titular da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), delegado Marcelo Sansão, e a titular da 6ª DT, delegada Maria Dail Sá Barreto, conduziram a apresentação do criminoso, que será encaminhado ao Núcleo de Prisão em Flagrante, no Complexo da Mata Escura. Os dois garotos foram encaminhados à Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), em Brotas.


Danilo, que tem passagens pela polícia por receptação e adulteração de veículo, admitiu no interrogatório ter atirado em Andréa, que teria se assustado ao ser abordada pelos ladrões após entrar em seu veículo. A delegada Maria Dail informou que outras vítimas de roubo reconheceram Danilo e são aguardadas na unidade policial para prestar depoimento.

Danilo foi apresentado pela polícia nesta terça-feira (6) (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O filho da professora, de 4 anos, que estava no banco traseiro do carro, presenciou o assassinato da mãe, a qual, segundo contou Danilo, chegou a engrenar uma das marchas, ao perceber que seria assaltada. De acordo com a diretora do Depom, delegada Fernanda Porfírio, os ladrões viram a mãe acomodar a criança no banco traseiro do carro e, mesmo assim, anunciaram o assalto, o que pode ter levado a vítima a tentar sair com o veículo no intuito de proteger a criança.


O criminoso disse ainda que o veículo Gol, de cor prata, com o qual ele e os dois adolescentes se dirigiram até Vila Laura, no início da manhã do domingo, foi roubado, na sexta (2), em um supermercado localizado na Rótula do Abacaxi. A intenção dos ladrões, segundo Danilo, era roubar o carro de Andréa e revender, como tinham feito com outros veículos subtraídos.

Aos perceberem que a professora foi atingida pelo tiro, ele e o adolescente de 16 anos fugiram correndo, enquanto o veículo Gol era levado do local do crime pelo comparsa de 14 anos. “O adolescente que dirigia o veículo foi apontado como o mentor dos assaltos praticados pelo grupo e teria aprendido a dirigir aos 8 anos de idade”, informou o delegado Marcelo Sansão.


A equipe da 6ª DT busca apreender o revólver usado no crime e o veículo, e identificar o proprietário. As investigações continuam para esclarecer o esquema de roubo e revenda de veículos roubados. Danilo afirmou no depoimento que os carros  são repassados por valores entre R$ 1 mil e R$ 2 mil sem, no entanto, apontar os receptadores.

Ele e os dois adolescentes integravam a quadrilha liderada pelo traficante Tiago Guimarães Pinto, 22 anos, que comandava o tráfico na região de Cosme de Farias, e morreu em confronto com a polícia, em fevereiro deste ano.