Salvador

Adolescente morre depois de ser baleado e invadir posto de saúde em Pau da Lima

Segundo a polícia, ele foi atingido durante um tiroteio no bairro

Redação Correio 24h

Um adolescente de 17 anos morreu depois de ser baleado e correr para dentro de um posto de saúde, no bairro de Pau da Lima, em Salvador. Segundo a Central de Polícia, o caso aconteceu na Rua Jayme Vieira Lima, a principal do bairro, por volta das 10h30 desta terça-feira (27). Esse foi o segundo caso de posto de saúde invadido por uma pessoa baleada em menos de 24h.  

A Central informou, inicialmente, que o adolescente foi baleado durante uma troca de tiros entre criminosos, em Pau da Lima, mas investigadores da 10ª Delegacia (Pau da Lima) descobriram que o jovem estava sendo perseguido por outro homem armado. Segundo a Polícia Civil, o bandido atirou no adolescente e depois fugiu. Mesmo ferido, ele conseguiu correr e entrar no Centro de Saúde Edgar Pires da Veiga. 

Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que policiais militares estiveram no local e socorreram o jovem para o Centro de Saúde de São Marcos. A transferência foi necessária porque a unidade que o jovem invadiu, em Pau da Lima, não oferece atendimento de urgência e emergência. O adolescente deu entrada no posto de São Marcos, mas não resistiu aos ferimentos. 

O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O autor do crime ainda não identificado e ninguém foi preso. 

UPA dos Barris

Na noite de ontem, Vulpian de Oliveira Neto, 26 anos, também invadiu um posto de saúde depois de ser baleado. Segundo testemunhas, ele estava sendo perseguido por um homem armado e foi atingido nas imediações da UPA dos Barris. O tiro acertou o abdômen e ele correu para dentro da unidade.

O local estava cheio de pessoas que aguardavam por atendimento. Alguns pacientes passaram mal, outros tentaram se esconder nos consultórios e uma mulher desmaiou. 

"Eu estava na janela, olhando para a rua no momento em que tudo aconteceu. Vi quando um homem passou correndo e outro veio logo atrás e atirou nele. Ele se virou e o tiro acertou o abdômen. Ele correu para dentro da UPA e aí foi um desespero aqui dentro", contou uma mulher que pediu para não ser identificada.

Vulpian caiu ferido no chão da recepção. A cena provocou correria entre os pacientes, alguns passaram mal e precisaram de atendimento imediato. O homem que atirou também correu para a UPA, mas recuou depois de chegar na porta da unidade. O jovem foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE). 

Segundo a ocorrência registrada pelo posto policial do HGE, o homem não comentou sobre a motivação ou a autoria do ataque. Disse somente que tinha sido vítima de uma "covardia". No HGE, ele foi submetido a uma cirurgia e permanece internado. Não há informações sobre seu estado de saúde.