Salvador

Após assembleia, servidores municipais decidem manter a greve em Salvador

Paralisação teve início no último dia 15 de março; nova reunião está marcada para segunda-feira (11)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
Os servidores municipais de Salvador decidiram pela continuidade da greve, que teve início no último dia 15 de março. A categoria se reuniu em assembleia que aconteceu na manhã desta sexta-feira (8), no bairro dos Aflitos. Segundo o Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps), a categoria pede o desbloqueio total dos vencimentos do mês de fevereiro. Os trabalhadores afirmam que tiveram desconto de 40% nos salários que estavam bloqueados durante a greve e que foram pagos na quinta-feira (7).
Foto: Divulgação/ Sindseps
O calendário de novas assembleias será divulgado nos próximos dias. A pedido dos servidores municipais, cada órgão da prefeitura do Salvador será palco de novos encontros da categoria. O próximo está marcado para segunda-feira (11).De acordo com o coordenador do sindicato, Bruno Carianha, a expectativa dos servidores é que o prefeito faça o imediato desbloqueio dos salários, bem como, garanta a retomada das negociações, relacionadas à campanha salarial 2016, principalmente dos pontos referentes às pautas não financeiras que possibilite melhores condições de trabalho aos servidores.