Salvador

Após execução, ônibus circulam normalmente no Engelho Velho da Federação

O policiamento no local foi reforçado para atuação dos rodoviários. Ontem, um adolescente de 17 anos foi morto a tiros dentro de um coletivo na rua Apolinário Santana

Redação Correio 24h


Os ônibus estão circulando normalmente na manhã desta sexta-feira (12) no bairro Engenho Velho da Federação, em Salvador. Na tarde desta quinta-feira (11), um adolescente de 17 anos foi morto a tiros dentro de um coletivo na rua Apolinário Santana. Por conta do medo, a circulação de ônibus ontem foi suspensa logo após o crime.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários, o serviço foi retomado no bairro no início da manhã de hoje, mas foi exigido a presença da Polícia Militar. Por volta das 8h, equipes da 41ª Companhia Independente da Polícia Militar (Federação) e da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) chegaram ao local para fazer rondas e ordenar o trânsito na região.

Ontem, um adolescente de 17 anos foi morto a tiros dentro de um coletivo na rua Apolinário Santana (Foto: Almiro Lopes/CORREIO)


"Hoje percebemos que tinha uma sensação de segurança aqui. Mas é necessário que a polícia mantenha aqui o mínimo de equipe para a gente dar estabilidade emocional para o pessoal trabalhar", explicou o diretor de imprensa do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Daniel Mota.

No início da manhã, por conta da ausência da PM no local, os rodoviários chegaram a cogitar reduzir o itinerários dos ônibus até a avenida Cardeal da Silva, como foi feito ontem. Mas mudaram de ideia com chegada da polícia no local. Segundos os policiais, a ausência da viatura foi por conta da troca de turnos.

"Ontem houve uma morte dentro do ônibus e os rodoviários presenciaram. Isso causa pânico. Já tivemos aqui nesse local um ônibus queimado e a gente tá preocupado com isso, com a segurança pública", completou Daniel Mota.

O crime
A vítima estava sentada na parte da frente do coletivo, nas cadeiras preferenciais. O ônibus fazia linha Engenho Velho-Nazaré e parou em um ponto perto do posto Shell quando quatro homens em duas motos chegaram, subiram no ônibus e atiraram contra o passageiro. Não houve outros feridos.

Um dos rodoviários que estava no ônibus no momento do crime contou aos policiais que o passageiro entrou no coletivo correndo. Alguns metros depois, quando o ônibus voltou a fazer uma parada - no ponto que fica na entrada do bairro - um homem entrou no coletivo. O suspeito subiu pela porta da frente e não disse nada, mas parecia estar procurando por alguém.

A família da vítima disse que não tinha notícias do garoto havia cerca de dois meses, sabiam apenas que ele estava morando em Cosme de Farias. Um dos irmãos do adolescente não soube dizer o que ele fazia no Engenho Velho da Federação.

Por conta do homicídio, alguns motoristas de coletivos desistiram de entrar no bairro na tarde desta quinta-feira. Os ônibus passaram a manobrar no cruzamento entre as ruas Apolinário Santana (principal do Engenho Velho da Federação) e Cardeal da Silva.

Com informações da repórter Lara Bastos.



Correio24horas