Salvador

Astramab diz que embarcação estava regular e abaixo da capacidade de passageiros

A Capitania dos Portos vai apurar as causas do acidente

Redação Correio 24h
- Atualizada em

A Associação de Transportadores Maritímos da Bahia (Astramab) informou ao CORREIO na manhã desta quinta-feira (24) que a lancha Cavalo Marinho I estava regular e com a vistoria em dia. Segundo o presidente da associação, Jacinto Chagas, o número oficial é de 116 passageiros e quatro tripulantes. No total, estavam na embarcação 120 pessoas quando aconteceu o acidente.

Foto: Marina Silva/CORREIO
Ainda de acordo com a Astramab, a lancha saiu do terminal de Mar Grande, na Ilha de Itaparica, às 6h30 com destino à Salvador. "A embarcação estava abaixo da capacidade e comporta 162 pessoas. Estava totalmente em dia", disse Chagas. Entretanto, a Marinha informou por meio de nota que havia 129 passageiros e quatro tripulantes.

Questionado sobre as causas do acidente, Jacinto informou que ainda não foi apurado. "Estamos em operação de resgate. Não sabemos as possíveis causas. É a Capitania dos Portos que vai apurar. No momento não temos dados concretos. Estamos com médicos, psicólogos e uma equipe no terminal para dar apoio às famílias e amenizar um pouco", completou.

O secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, informou por meio de nota, que pela legislação brasileira, cabe à Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), vinculada à Seinfra, a concessão do serviço, o estabelecimento do valor da tarifa e a definição da capacidade de passageiros.

A fiscalização das embarcações é de responsabilidade da Capitania dos Portos. “A Capitania dos Portos funciona como um Detran, uma polícia do trânsito do mar. A parte do Governo é a burocrática, da concessão”, enfatiza o secretário.

Equipes da Marinha permanecem em buscas enquanto houver desaparecidos. Um inquérito administrativo será instaurado pela Capitania dos Portos para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente. O Governo do Estado informou que também vai acompanhar a apuração do acidente.