Salvador

Beneficiários do Bolsa Família devem comparecer nos postos de saúde para acompanhamento

Aqueles que não atenderem as condições do projeto poderão ter o benefício bloqueado em 2020

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Os beneficiários do Programa Bolsa Família que possuam entre os seus dependentes crianças menores de sete anos, mulheres em idade fértil (14 e 44 anos) e gestantes de qualquer idade devem comparecer em um dos 140 postos de saúde de Salvador, das 08h às 17h, para realizar o acompanhamento de saúde que o benefício exige.

Foto: Agência Brasil
Os indivíduos que não atenderem as condições do projeto poderão ter o benefício bloqueado em 2020. O prazo para fazer o acompanhamento é o dia 30 de dezembro.

Em Salvador, mais de 229 mil pessoas devem fazer o acompanhamento obrigatório, mas cerca de 145 mil pessoas ainda não compareceram as unidades de saúde.

 “É importante que as famílias compareçam aos postos para evitar o transtorno de ter o benefício bloqueado. Para fazer este acompanhamento o beneficiário não precisa agendar. O objetivo é verificar se as famílias assistidas pelo programa estão acessando os serviços de saúde, conforme prevê o Governo Federal. “Para a manutenção do benefício é necessária a avaliação do estado nutricional, que as crianças estejam vacinadas e que as mulheres grávidas estejam fazendo o acompanhamento pré-natal”, esclareceu Kênya Lima, técnica da SMS.

Os beneficiários devem levar o cartão do Bolsa Família onde consta o Número de Identificação Social (NIS), a caderneta de vacinação das crianças e a caderneta do pré-natal das gestantes.