Salvador

Biometria será obrigatória nas eleições de 2018 em Salvador; veja onde fazer

Todos os os 1.935.12 eleitores de Salvador deverão até 31 de janeiro de 2018 comparecer a um dos postos da Justiça Eleitoral

Redação Correio 24h

Todos os os 1.935.12 eleitores de Salvador deverão até 31 de janeiro de 2018 comparecer a um dos postos do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) para fazer o cadastramento da biometria - impressão digital que será usada nas eleições como identificação do eleitor. Atualmente há 12 pontos de cadastramento e, até o final deste mês de junho, outros oito postos avançados para atendimento da biometria deverão ser inaugurados nas demais unidades de Prefeituras-Bairro da capital baiana. Além de Salvador, eleitores de outras 51 cidades terão que fazer também o recadastramento. 

De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (08) pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) já houve um aumento de 30% na procura dos eleitores pelo serviço de cadastramento. Entre os dias 29 de maio e 2 de junho, 15.737 eleitores foram recadastrados nos  postos de atendimento da Justiça Eleitoral na capital baiana. Na semana anterior, de 22 a 26 de maio, 11.025 realizaram o procedimento. Os dados são da Seção de Cadastro Eleitoral do TRE-BA (Secade).

Na sede do Eleitoral baiano, onde funcionam a Central de Atendimento ao Público (CAP) e as 20 zonas eleitorais da capital, o aumento é ainda maior e tem registrado longas filas diariamente. A alta foi de 37% saindo de 7.055 para 11.104 atendimentos.

Apesar do aumento da procura, o Eleitoral alerta que o número de eleitores biometrizados  na capital baiana ainda é abaixo do esperado, segundo o TRE. A meta é realizar a revisão cadastral em todos os 1.935.123 eleitores aptos em Salvador até 31 de janeiro de 2018. Atualmente, apenas 327.677 (16,933%) já informaram seus dados biométricos à Justiça Eleitoral.

Quem precisa fazer o recadastramento? 

Estão obrigados a fazer o recadastramento todos os eleitores, inclusive aqueles que tem voto facultativo (analfabetos; eleitores com idade entre 16 e 18 anos; os maiores de 70 anos de idade). O cidadão que não fizer o recadastramento dentro do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral terá o título cancelado e não poderá votar.


Veja os documentos necessários para fazer o recadastramento biométrico?

 - Documento oficial de identificação com foto (Ex.: original e cópia de RG, CNH, Carteira Profissional, Passaporte, Carteira de Reservista ou Certificado de Alistamento Militar);

- Comprovante de residência atual original e cópia (emitido há, no máximo, três meses), no nome do eleitor ou de um parente, devendo comprovar o parentesco;

 - Documento comprobatório de alterações de dados pessoais, se houver (Ex.: original e cópia da certidão de casamento com homologação de separação, sentença judicial etc.);

- Se for tirar o 1º título eleitoral, necessita-se ainda da original e cópia do comprovante de quitação do serviço militar (para homens com idade entre 18 e 45 anos)

- A CNH (Carteira Nacional de Habilitação) não é válida como documento de identificação para o alistamento eleitoral (1º título de eleitor) por não conter nacionalidade/naturalidade, assim como o Passaporte, por não conter a filiação.

- O eleitor que tiver o título eleitoral anterior deve levá-lo na hora de fazer o recadastramento biométrico. Caso o tenha perdido não é necessário levar boletim de ocorrência.

-Além dos originais, os documentos pessoais e comprovantes de residência devem ser acompanhados das respectivas cópias.

Débito eleitoral 

– Antes de comparecer ao cartório, é necessário ao eleitor consultar a existência de débitos com a Justiça Eleitoral. Para isso, bastará acessar o site (www.tre-ba.jus.br). A pesquisa é feita, por meio do menu principal, seguindo o caminho: Eleitor > Débitos do eleitor. Caso exista débito, a multa deverá ser paga previamente. O comprovante de pagamento deverá ser apresentado no momento do atendimento.

Consulte locais de atendimento em Salvador:

1.TRE-BA, Central de Atendimento ao Público (CAP) - 1ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia (CAB), Nº 150 - segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

2. Prefeitura-Bairro Cidade Baixa - Av. Porto dos Mastros, S/N, em frente à Biblioteca Municipal - segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

3. Prefeitura-Bairro Subúrbio/Ilhas - Rua Pará, 15, Paripe - segunda a  sexta-feira, das 8h às 17h

4. Tribunal Regional do Trabalho; Fórum Juiz Antônio Carlos Araújo de  Oliveira - Rua Miguel Calmon, 285, Comércio

5. Casa da Justiça e Cidadania - Rua J. J. Seabra, 111, Shopping Baixa dos Sapateiros, 2º Piso - segunda a sexta-feira, das 8h30 às 14h30

6. Assembleia Legislativa da Bahia - 1ª Av. do CAB, 130 - segunda a sexta-feira, das 9h às 17h

7. Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz) - 2ª Av. do CAB - segunda a  sexta-feira, das 8h às 18h

8. Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) - 5ª Av. do CAB, 560 - segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

9. SAC Barra, mediante agendamento no site do SAC  - segunda a sexta-feira, das 9h às 15h

10. SAC Cajazeiras, mediante agendamento no site do SAC -  segunda a sexta-feira, das 8h às 14h

11. SAC Comércio, mediante agendamento no site do SAC - segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30

12. SAC Periperi, mediante agendamento no site do SAC - segunda a sexta-feira, das 7h às 13h