Salvador

Blitze da Transalvador terão novos bafômetros

Superintendente Fabrízzio Muller explica que a autuação do condutor infrator pode levar em consideração outros fatores que sinalizam a embriaguez

Correio 24h

As blitze de alcoolemia agora atuarão com novos aparelhos bafômetros, entregues à Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) na tarde da última sexta-feira (17). O superintendente Fabrizzio Muller esclarece que os equipamentos já estão em uso.“Já temos outros cinco aparelhos, que entraram em manutenção esta semana, mas mesmo assim continuamos com a fiscalização”. As blitzes de alcoolemia da cidade são realizadas diariamente, com amparo legal na resolução 432/2013 do Conselho Nacional de Trânsito, que dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelas autoridades de trânsito e seus agentes na fiscalização do consumo de álcool ou de outra substância psicoativa.Há cerca de dois anos, os agentes da Transalvador já reclamavam de ter que atuar sem os aparelhos. Porém, o superintendente também explica que a autuação do condutor infrator pode levar em consideração outros fatores que sinalizam a embriaguez, como o hálito do odor característico, desequilíbrio físico perceptível à visão e discurso de conteúdo desconexo.A confirmação da alteração da capacidade psicomotora pode ser constatada por meio de apenas um procedimento, ou o exame de sangue ou exames realizados por laboratórios especializados indicados pelo órgão, ou teste em aparelho destinado à medição do teor alcoólico no ar alveolar (bafômetro) ou a verificação dos sinais que indiquem a alteração da capacidade psicomotora do condutor.Balanço - Nos meses de março e abril, até a presente data, 3.304 condutores, dos quais 439 foram autuados com base na Lei Seca e um foi encaminhado a uma delegacia por apresentar teor alcoólico acima de 0,30 mg de álcool por litro de ar expelido, considerado crime de trânsito. Somente neste período, 119 veículos foram removidos ao pátio do órgão e 419 habilitações foram apreendidas. 

Correio24horas