Salvador

Bonocô e Paralela ganharão painéis digitais informativos

Os painéis se assemelham aos que ficam instalados em rodovias e fornecerão informações sobre o trânsito em tempo real

Clarissa Pacheco (clarissa.pacheco@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Além dos 88 semáforos inteligentes colocados entre a Praça Doutor João Mangabeira, no Vale dos Barris, e a Ligação Iguatemi-Paralela (LIP), Salvador terá mais câmeras neste trecho, para auxiliar no monitoramento do trânsito, 26 controladores autoadaptáveis, para coordenar os semáforos, e dois painéis digitais informativos.

Os painéis se assemelham aos que ficam instalados em rodovias e fornecerão informações sobre o trânsito em tempo real, além de dados sobre acidentes, alternativas de tráfego e até tempos de percurso de um local a outro. Por enquanto, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) prepara a instalação de dois painéis de seis metros de largura cada: um ficará na Avenida Bonocô, no sentido BR-324, e outro na Avenida Paralela, sentido Centro/rodoviária.

“São locais de grande fluxo e onde o usuário que vai ver a mensagem tenha condições de escolher rotas alternativas. Ele vai ter tempo de decisão se receber uma mensagem de um problema mais à frente”, explica o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, sobre a escolha dos pontos para colocar os painéis.
Equipamento mediu fluxo de veículos e pessoas na Av. ACM por 15 dias
(Foto: Divulgação)


Empresa responsável por semáforos já concluiu medições
Há duas semanas, engenheiros de uma empresa sediada em São Paulo chegaram à capital baiana para fazer filmagens, medições, contagens e simulações do comportamento dos semáforos, volume de veículos nas pistas e períodos de trajetos de veículos e pedestres em dez pontos estratégicos entre a Av. Garibaldi e a Ligação Iguatemi-Paralela. A fase de pesquisa em campo terminou na última sexta e, agora, os dados coletados vão para um banco de informações.


É neste banco, uma espécie de memória do comportamento do tráfego, que novos cenários serão simulados com a ajuda de um software alemão. Ele também vai traçar novos planos e programações para o funcionamento dos semáforos inteligentes, a ser instalados, em breve, pela prefeitura em 45 pontos. Somente após estes cálculos e programações serem concluídos, será possível colocar os novos equipamentos em ação.

Modelo usado em Salvador é  inspirado em Madri e Moscou
No Brasil, outras cidades já utilizam os semáforos inteligentes. É o caso do Rio de Janeiro, que já tem semáforos inteligentes em toda a cidade e equipamentos priorizando a passagem do BRT nos corredores na capital, de São Paulo, que modernizou o sistema semafórico, e de Fortaleza, que utiliza o sistema desde 2014.

Curitiba foi premiada no ano passado pelo projeto de semáforos inteligentes que funcionam em 31 cruzamentos da cidade e são capazes de abrir passagem para idosos e deficientes por alguns segundos a mais quando eles aproximam um cartão de identificação do botão do semáforo. Quase 180 mil pessoas utilizam o sistema, atualmente, na capital paranaense.

Mas o que trouxe o sistema para Salvador foi o modelo visto pelo prefeito ACM Neto e pelo titular da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), Fabrizzio Muller, em Madri, na Espanha. “O prefeito viu esses semáforos funcionando in loco, numa viagem que nós fizemos a Madri, e ficou maravilhado com o resultado”, disse Fabrizzio. Segundo ele, o modelo também é utilizado em Moscou, capital da Rússia.

[[saiba-mais]]
Correio24horas