Salvador

Caminhada da Liberdade propõe reflexão no Dia da Consciência Negra

Com o tema "10 anos da Lei 10.639 - Reparação Já", a caminhada está prevista para começar às 15h e sairá do Curuzu em direção ao Centro Histórico da Bahia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Nesta quarta-feira (20), Dia da Consciência Negra, o Fórum de Entidades Negras da Bahia realiza a 13ª edição da Caminhada da Liberdade, em homenagem a Zumbi dos Palmares. Com o tema "10 anos da Lei 10.639 - Reparação Já", a caminhada está prevista para começar às 15h e sairá do Curuzu  em direção ao Centro Histórico de Salvador.


Veja também

Aloisio Menezes: 'Gostaria de estar comemorando a vida e não lutando contra discriminação da raça'

Mãe Iara luta pelo respeito ao candomblé e preservação da Pedra de XangôA iniciativa pretende propor uma reflexão sobre os efeitos da lei que inclui no currículo oficial da rede de ensino,a temática "História e Cultura Afro-Brasileira" que desde 2003, foi incluído no conteúdo programático nas instituições de ensino fundamental e médio de instituições públicas e particulares. Trânsito

Por conta da caminhada, das 14h às 15h, não será possível trafegar na Rua do Curuzu. O acesso à via passará a ser feito pela Avenida General San Martin e Ladeira do Curuzu. Na ocasião, os ônibus devem utilizar o terminal do bairro Guarani.


A circulação de veículos também será proibida na Rua Lima e Silva, entre a Rua Pero Vaz e o Largo da Soledade, das 15h às 17h30. Os condutores que saem da Liberdade para o Centro e precisam passar pelo trecho interditado terão como opção a Rua Lima e Silva, Rua Pero Vaz, Rua Conde de Porto Alegre, Largo do Tamarineiro, Rua Saldanha Marinho, Largo do Queimado e o Largo da Soledade. As mesmas vias podem ser utilizadas para fazer o percurso no sentido inverso, partindo do Centro para a Liberdade.


A partir das 17h, o tráfego será progressivamente interditado na Rua dos Perdões, Santo Antônio, Largo dos 15 Mistérios, Rua Ramos de Queiroz e Avenida Dr. José Joaquim Seabra/Baixa dos Sapateiros, até a frente do Mercado de Santa Bárbara.