Salvador

Caso Márcio Pérez: justiça decreta prisão de dois policiais militares

Espanhol foi morto a tiros após perseguição policial em Armação

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Dois policiais militares tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça por suposto envolvimento na morte do empresário espanhol Márcio Perez. O crime aconteceu no dia 19 de setembro, no bairro de Armação.

Foto: Reprodução/Instagram
De acordo com da polícia civil, os soldados Maurício Correia dos Santos e Saulo Reis Queiroz apresentaram uma versão dos fatos que não coincide com o que foi dito pelas testemunhas. Eles estavam afastados dos cargos desde o início da investigação.

O pedido de prisão preventiva da dupla foi solicitada na última segunda-feira (17) e atendida nesta quarta (19). O documento já foi encaminhado à Corregedoria da Polícia Militar para cumprimento.

“A prisão preventiva é justamente para que possamos esclarecer alguns fatos que, para nós, ainda não foram devidamente explicados”, afirmou o diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, José Bezerra.

O delegado disse ainda que, independentemente das prisões, que devem ocorrer em breve, as investigações sobre o caso continuam até que a motivação e outros detalhes sejam esclarecidos.

Veja o vídeo do momento do socorro a empresário: