Salvador

Cidade da Música da Bahia é inaugurado em Salvador

O funcionamento da Cidade da Música da Bahia será de terça-feira a domingo, das 10h às 17h

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Berço de grandes artistas da MPB, samba-reggae, rock, pagode, axé e de diversos outros gêneros e ritmos, Salvador tem na música uma de suas principais manifestações culturais. E pela primeira vez em seus 472 anos de história, a capital passa a contar com um espaço de celebração e de conhecimento dessa expressão artística com a implantação da Cidade da Música da Bahia, novo museu instalado pela Prefeitura de Salvador, nesta quinta-feira (23), no emblemático Casarão dos Azulejos Azuis, no bairro do Comércio. 

Foto: Betto Jr./ Secom 

O funcionamento da Cidade da Música da Bahia será de terça-feira a domingo, das 10h às 17h. O valor do ingresso é R$20 (inteira) e R$10 (meia) - o benefício da meia entrada é extensivo a cidadãos residentes em Salvador, mediante comprovação de endereço. A visitação deverá ser feita através de agendamento prévio neste link

O prefeito da capital baiana, Bruno Reis, afirmou que o museu movimentará a economia de Salvador: "Tudo isso é parte de um projeto ambicioso, que está fazendo justiça a uma das regiões mais bonitas da cidade,  que abriga grande parte tão importante da nossa história. Além de oferecer novas opções de lazer e entretenimento para quem mora aqui, nós vamos manter os turistas mais tempo em Salvador, movimentando a economia, gerando emprego e renda para o nosso povo."

Foto: Betto Jr./Secom

Gerenciado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), a Cidade da Música da Bahia possui 1.914,76 m² de área construída e possui quatro pavimentos, cuja imersão dos visitantes é proporcionada através da mais moderna tecnologia utilizada atualmente. O piso térreo conta com hall de entrada, recepção/bilheteria, salão de estar, café, loja, biblioteca, midiateca, centro de pesquisa, área de infraestrutura do centro cultural, secretaria, depósito, copa e área de funcionários. A partir daí, a viagem ao universo sonoro da capital baiana é monitorada através do próprio smartphone do visitante, a partir do sistema da Cidade da Música a ser acessado através de QR Code e mediante preenchimento do cadastro.