Salvador

Com ventos fortes, ferry demora quase três horas para conseguir atracar em Salvador

Segundo a Internacional Travessias, problema foi nas rampas de atracação

Amanda Palma, Redação Correio 24horas (amanda.palma@redebahia.com.br)

A chuva forte que cai em Salvador continuou causando transtornos na cidade entre a noite de domingo e a madrugada desta segunda-feira (11). O sistema de ferry boat também teve problemas por causa da chuva. 

Durante a noite de domingo, passageiros relataram que o ferry Juracy Magalhães estaria a deriva, sem conseguir atracar em Salvador. No entanto, a assessoria da Internacional Travessias explicou que o problema aconteceu em virtude dos fortes ventos, que atingiram as rampas de atracação.

(Reprodução: Arquivo CORREIO)

De acordo com a assessoria, o ferry Juracy Magalhães foi o que teve maior dificuldade de atracação e levou quase duas horas para conseguir atracar na capital baiana. Os passageiros começaram a entrar na embarcação, ainda em Bom Despacho, por volta das 19h20. Segundo a assessoria, o ferry só saiu da Ilha de Itaparica às 20h40. A travessia durou cerca de 1h e chegou a costa de Salvador às 21h45, mas a embarcação só conseguiu atracar no terminal às 23h20.

Os problemas com as rampas, segundo a Internacional Travessias, começou por volta das 19h30, por causa dos ventos fortes e outras embarcações também tiveram problemas para atracar. Nesta segunda-feira, o sistema opera sem restrições, segundo a concessionária.

Por meio de nota, a empresa informou que "devido às condições de mau tempo, algumas viagens realizadas ontem à noite sofreram atraso para saídas dos terminais. Por causa dos ventos fortes, com o mar agitado, houve dificuldade de operação das rampas. Apesar do desconforto, as travessias foram concluídas com segurança". 

Árvores

Os ventos fortes também foram a causa da queda de quatro árvores em Salvador nesta madrugada, segundo a Transalvador. Os bairros afetados foram Federação, Dom Avelar, Nazaré e Corredor da Vitória.

Além disso, o Centro Integrado de Comunicações (Cicom) da Secretaria de Segurança Pública (SSP) recebeu solicitações de dois destalhamentos na noite de domingo. Uma ocorrência foi registrada na Rua Engenheiro José Anasoh, em Campinas de Brotas, às 21h54.

E a outra aconteceu na Rua Santa Clara do Desterro, em Nazaré, onde o telhado de uma casa desabou às 21h46. O Corpo de Bombeiros chegou a ir até o local, mas não houve necessidade de resgate de feridos.


Previsão

A previsão do tempo para esta segunda-feira, de acordo com o Inmet é de pancadas de chuva e possíveis trovoadas. A temperatura mínima pode chegar a 21ºC e a máxima, 28ºC.

O tempo chuvoso deve continuar até a próxima quinta-feira (14), com possibilidade de pancadas de chuva ao longo dos dias.