Salvador

Comerciantes de Salvador em dívidas durante a pandemia terão certificados de adimplentes

ACM Neto divulgou medidas voltadas para o setor econômico que começam a valer nesta semana

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Mais duas medidas de enfrentamento à pandemia da Covid-19 em Salvador, voltadas para o setor econômico, foram adotadas pela Prefeitura e já passam a valer esta semana. São elas: o acesso às certidões municipais para adimplentes até 15 de março deste ano e a prorrogação do prazo de pagamento, até o fim de 2020, do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) dos meses de agosto a dezembro para empresas que tiveram as atividades suspensas pelos decretos municipais de isolamento social.

O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto durante entrega da requalificação da Praça Marechal Deodoro, no Comércio, na manhã desta segunda-feira (6). A intenção das medidas, segundo o chefe do Executivo municipal, é de oferecer apoio a setores econômicos duramente afetado pelas necessárias ações de preservação da vida. .

"Vamos divulgar um plano completo envolvendo 100 medidas de apoio às atividades econômicas em Salvador, parte delas nas áreas fiscal e tributária. No entanto, já estamos antecipando essas duas medidas, entendendo a dificuldade que o setor está passando", salientou ACM Neto.

No caso das certidões municipais, elas serão emitidas pela Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz) com informações do dia 13 de março. A ação vai facilitar aqueles que necessitarem obter financiamento em linhas de crédito para recuperar o próprio negócio, já que precisam apresentar o documento nas instituições bancárias.

Já o estendimento do prazo de pagamento das parcelas do IPTU até o fim do ano foi adotado vai ajudar muitos empreendimentos que estão fechados desde a adoção dos decretos municipais, em março.


Retomada
O prefeito salientou que as medidas de retomada das atividades econômicas na capital baiana serão divulgadas por ele e pelo governador Rui Costa amanhã (7). "Tive mais uma reunião ontem com o governador e toda a equipe para definirmos os últimos detalhes e já conseguimos chegar a um consenso. Todos os detalhes foram adotados a partir de decisões técnicas e com base nos dados de evolução do novo coronavírus", afirmou ACM Neto.