Salvador

Confusão marca eleição de Rei Momo; MC Beijinho é candidato

Acordo sobre horário de sorteio é motivo de impasse; vídeo mostra discussão

Carol Aquino, do Correio 24 horas (carol.aquino@redebahia.com.br)

O concurso que vai eleger o Rei Momo do Carnaval de Salvador 2018, na noite desta quarta-feira (31), começou com confusão e ameaça de cancelamento. 

Segundo parte dos candidatos, um acordo foi feito com a organização para que os 23 inscritos - entre eles o cantor MC Beijinho - só pudessem participar do sorteio caso comparecessem até as 17h no Clube Fantoches da Euterpe, no Largo Dois de Julho. O sorteio estava marcado para as 18h50, e o desfile iniciaria às 19h.

No entanto, no momento em que o sorteio ia acontecer, apenas dez estavam presentes. Uma ausência notável foi a do publicitário Alan Nery, 30 anos, eleito no ano passado e que seria reempossado este ano, caso a decisão de cancelar o concurso, anunciada pela Federação Baiana das Entidades Carnavalescas, fosse mantido.

Os concorrentes chegaram a ameaçar pedir o cancelamento do concurso, caso Alan Nery participe da eleição. "Eu estou tranquilo. No regulamento não há nenhuma regra que diga que a não participação do sorteio implique em eliminação", comentou ele, em conversa com o CORREIO.

A reportagem registrou parte da discussão entre os candidatos, que pedem a eliminação do atual Rei Momo. Dino Rosa, 33, um dos pré-candidatos que foi ao Ministério Público (MP-BA) pedir que o concurso fosse realizado - o que acabou surtindo efeito, após a recomendação da promotoria à federação das escolas - protestou sobre a participação do atual Momo. "Se Alan entrar, o concurso está cancelado", sentenciou.

A situação, no entanto, será analisada por uma comissão, que se reuniu logo após os protestos em uma sala no local. Até as 19h45 o concurso ainda não havia começado.

MC Beijinho, que aparentemente é o candidato mais "leve", se manteve alheio à confusão e disse o porquê acha que deve ser o vencedor do pleito: "Eu sou do gueto".

MC Beijinho, dono do hit Me Libera, Nega, sucesso do Carnaval passado, está no páreo (Foto: Carol Aquino/CORREIO)

Nesta quinta (1º), o cantor vai participar da Lavagem de Itapuã e informou que vai puxar um bloco na segunda-feira no Carnaval de Itapuã.

Quem decide

Os candidatos serão avaliados por uma comissão julgadora, formada por personalidades dos segmentos carnavalescos, imprensa e artistas. Vale ressaltar que o vencedor receberá um prêmio de R$ 10 mil e seguirá uma agenda de ações durante a semana da folia.  

 

Realizado anualmente pela Federação Baiana das Entidades Carnavalescas com apoio de diversos patrocinadores ao longo de anos, a eleição para Rei Momo este ano não foi apoiada por nenhuma marca e por isso vai contar com apoio exclusivo da Prefeitura, através da Empresa Salvador Turismo (Saltur), para sua realização.