Salvador

Conjunto de passarelas da região da rodoviária de Salvador é inaugurado

Estação Aeroporto do Metrô será inaugura na primeira quinzena de março

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O conjunto de passarelas que liga o terminal rodoviário, o shopping da Bahia, e o centro Empresarial Iguatemi, a Estação Rodoviária do Metrô e a calçada da Avenida Antônio Carlos Magalhães está de cara nova e foi reinaugurado na última terça-feira (20). Nesta quinta-feira (23), houve uma reinauguração da obra com a presença do governador Rui Costa.

Foto: Manu Dias/GOVBA
A obra, que é de autoria do Governo do Estado da Bahia e teve o investimento total de R$ 30 milhões, conta com iluminação feita com lâmpadas em LED e com o monitoramento de segurança de 33 câmeras.
Foto: Manu Dias/GOVBA
O novo equipamento é o maior do Sistema Metroviário da capital, com 8,8 metros de largura total, quatro vezes mais larga que a antiga, 800 metros de extensão e 1.200 toneladas. A estrutura pode suportar um fluxo de 45 mil pedestres por dia e só o metrô gera a circulação de 25 mil pessoas diariamente.
Foto: Manu Dias/GOVBA
O conjunto conta ainda com três rampas acessíveis, três escadas fixas e rolantes e um elevador com acesso direto ao Terminal Rodoviário,  o que garante  a acessibilidade de Portadores de Necessidades Especiais (PNE). Com guarda-corpos e instalação de rota podotátil ao longo de todo o trajeto, as passarelas estão em acordo com as normas técnicas exigidas.

Inauguração da Estação Aeroporto do Metrô
Em entrevista ao jornal Correio, a CCR Metrô Bahia confirmou que a Estação Aeroporto do Metrô, que integra a linha 2, deve ser inaugurada ainda na primeira quinzena de março.  Em dezembro de 2017 foi realizada a primeira viagemde teste com diretores e equipes técnicas da concessionária CCR, Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado

(Sedur-BA), da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB),

Secretária de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur-BA), além do 

presidente da CTB, Eduardo Copello e o  diretor-presidente da CCR Metrô

Bahia, Luis Valença. A intenção era de testar as instalações do modal de

transporte.