Salvador

Corpo de adolescente afogado na Barra será sepultado nesta sexta-feira (9)

O corpo de Antônio Carlos da Costa Silva foi encontrado em Ilha de Maré

Redação do Correio 24 Horas
- Atualizada em


Quase 15 dias após desaparecer durante um mergulho na Praia da Barra, o estudante Antônio Carlos da Costa Silva, 15 anos, vai ser enterrado nesta sexta-feira (9), no Cemitério Municipal de Pirajá, em Salvador. O corpo do adolescente foi encontrado por pescadores em Ilha de Maré, na Baía de Todos os Santos, nesta quinta-feira (1º), após ficar seis dias em alto-mar. 

A identificação de Antônio foi realizada por meio de análise das impressões digitais, em função do estado do corpo. Em contato com o CORREIO, uma familiar do garoto afirmou que a cerimônia está marcada para acontecer às 15h. 

Irmão do adolescente, o auxiliar de cozinha Átila Costa, 21, disse que reconheceu no corpo uma pulseira e um anel. "A gente precisou aguardar os exames. Mas eu estive aqui logo que o corpo foi encontrado, vi a pulsei e o anel que eu mesmo tinha dado para ele", relata ele, que foi ao Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR) logo após o corpo ser encontrado. Conforme Átila, embora estejam abalados, os pais estão mais aliviados. "Estão melhores", disse. 

Antônio saiu de casa, no bairro de Pero Vaz, na sexta-feira (26), com dois amigos: Rafael Ventura Rodrigues da Silva, 14, e Adriano Rosa, 15 anos. Eles foram à praia do Farol da Barra jogar bola. Depois da partida, já de noite, os amigos resolveram tomar banho de mar. As ondas fortes arrastaram os três, mas Adriano conseguiu se agarrar às pedras e se salvou. Os outros dois jovens foram levados pela água.

Ainda na sexta-feira, a Capitania dos Portos foi acionada e fez buscas no local até por volta das 2h de sábado (27). O helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) também foi chamado, mas os jovens não foram localizados. O corpo de Rafael foi encontrado no domingo e sepultado no dia seguinte.