Salvador

Curso de pré-vestibular abre vagas para público LGBT

Interessados podem se inscrever até a próxima quinta (28)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A Secretaria Municipal da Reparação (Semur) e a Secretaria da Educação do Estado abriu vagas para o curso pré-vestibular Universidade para Todos. As inscrições devem ser feitas até a próxima quinta-feira (28).  As inscrições voltadas para o público LGBTQIA+ podem ser feitas por meio de contato com a gestora do polo, Juliana Cardoso. Os interessados em uma das 50 vagas disponíveis devem ligar para o número de telefone (71) 99220-9008 ou enviar uma mensagem para os e-mails jullianaca@ gmail.com e foto.julianacardoso@gmail.com. 

Para participar é preciso ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública, ainda que não tenha concluído o 3º ano. Por conta da pandemia, as aulas serão virtuais, realizadas pelo Google Meet de segunda a sexta-feira, das 19h às 21h30.

O curso contará com todas as disciplinas cobradas em provas de vestibular e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), utilizado para ingresso em universidades públicas e privadas do país, inclusive por meio do Programa de concessão de bolsas Universidade para Todos (Prouni). O aluno terá acesso ao aprendizado de Redação, Gramática, Literatura, Matemática, Geografia, Biologia, Física, Química, História e Inglês ou Espanhol, a depender da escolha de cada aluno pelo idioma de avaliação.

Incentivo – O coordenador de Políticas para a Cidadania LGBT, Vida Bruno, ressalta que, antes de iniciar o curso, os professores são qualificados para garantir que o ensino seja feito com o respeito ao nome social, à identidade de gênero e à orientação sexual. Ele lembra que antes não havia iniciativas nesse sentido na capital baiana, então a parceria surgiu para mudar essa realidade e garantir que mais pessoas tenham acesso ao Ensino Superior.

Isenção – Os estudantes matriculados recebem módulos com todos os assuntos que serão estudados ao longo do curso. Além disso, têm isenção da taxa de inscrição em processo seletivo das universidades estaduais desde que apresentem frequência igual ou superior a 75% das aulas ministradas.