Salvador

Estação de Transbordo de Pirajá será aberta no dia 1º de julho

Para integração com ônibus ou metrô, em Pirajá, será preciso o Bilhete Único

Redação Correio 24h

A Estação de Transbordo de Pirajá vai funcionar a partir do dia 1º de julho. Com isso, a integração acontecerá somente através do Bilhete Único, que pode ser adquirido gratuitamente pelos passageiros de transporte público. O terminal de Pirajá, portanto, vai funcionar de modo similar a como hoje funciona a Estação da Lapa. A Estação de Pirajá recebe uma média diária de 300 mil pessoas. 

Para integração com ônibus ou metrô, em Pirajá, será preciso o Bilhete Único. Mensalmente, o sistema de transporte público faz cerca de 25 milhões de viagem, das quais 4,1 milhões são de integração.  "As pessoas estão cada vez mais utilizando o Bilhete Único para pegar um segundo ônibus sem pagar nada mais, o que facilita muito a vida das pessoas. Queremos estimular ainda mais isso", diz o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota.

Com o Bilhete Único, o usuário pode pegar até dois ônibus com duas horas de intervalo, fazendo integração em qualquer localidade de Salvador. "Isso possibilita maior mobilidade ao cidadão, que não precisa mais ficar no ponto aguardando o ônibus específico para seu destino, estando apto a pegar um transporte intermediário até um ponto central, de onde poderá ingressar em outro veículo até seu trabalho ou escola, de forma rápida e eficaz", destaca o secretário.

Ao todo, são 172 pontos credenciados para distribuir o cartão, além dos cinco postos do SalvadorCard, que ficam no Comércio, Shopping da Gente, Lapa, Cajazeiras e Estação Pirajá. As dez prefeituras-bairro também podem ser utilizadas para esse fim. A lista completa de locais está no site do SalvadorCard (clique aqui). Os pontos de recarga foram ampliados e podem ser encontrados no site também. Além da rede credenciada, é possível usar o aplicativo KIM para recarga online, com pagamento por cartão de crédito ou débito, boleto ou transferência bancária. 

O cartão é gratuito, mas é preciso carregá-lo pela primeira vez com o mínimo equivalente a duas passagens de ônibus - que já ficam disponíveis para os passageiros usarem.