Salvador

Estudante acusa Riachuelo do Iguatemi de racismo e registra queixa

"Senti hoje o verdadeiro peso do racismo, aquele que transforma negra, de cabelo crespo em ladra", desabafou Ana Paula Bispo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Estudante do curso de Produção Cultural na Universidade Federal da Bahia (Ufba), a baiana Ana Paula Bispo, de 30 anos, acusa funcionários da loja Riachuelo, do shopping Iguatemi, de racismo. Segundo a estudante, eles insinuaram que ela teria roubado uma bijuteria e ela acabou revistada diante dos demais clientes, neste sábado (8). Um funcionário a abordou depois que uma companheira de trabalho a acusou.
"Ele me perguntou se eu estava assustada. Antes que eu respondesse qualquer coisa, pois estava atônita, ele foi ordenando que retirasse o brinco da bolsa. Que brinco, meu Deus!!! Indignada e confusa comecei a retirar tudo que havia na minha bolsa ali mesmo", desabafou a estudante em sua página no Facebook.
Indignada com a situação, ela buscou os responsáveis pela administração da loja. "Falei com supervisora, que se desculpou e disse que esse não era o procedimento adotado pela loja, me explicou como seria, tentou me enrolar, disse que a tal funcionária que me acusou era temporária e estava no primeiro dia", contou Ana Paula Bispo, que pretende processar a loja.
"É questão de honra levar até a última instância", diz estudante
"Exigi ver ela registar a ocorrência, peguei o primeiro nome e função dos três, registrei o ocorrido com a administração do Shopping e segui para a 16ª (ver foto ao lado). Relatei a ocorrência e vou levar adiante. Provavelmente será apenas mais um processo contra a loja, mas é questão de honra levar até a última instância", desabafou. "Senti hoje o verdadeiro peso do racismo, aquele que transforma negra, de cabelo crespo em ladra".
O iBahia procurou a Riachuelo na noite deste sábado (8), mas de acordo com funcionários ninguém que estava trabalhando no momento poderia falar pela loja. Alguns ainda disseram que não sabiam nada do ocorrido. Através da assessoria de imprensa, o Shopping Iguatemi confirmou ao iBahia que Ana Paula Bispo registrou também a ocorrência na central que atende os clientes. Segundo o shopping, a reclamação é encaminhada para a loja, como um tipo de notificação, em busca de explicações sobre o que aconteceu.