Salvador

Estudante de escola pública terá vale-alimentação; veja como utilizar

Os estudantes de escola pública terão direito ao vale-alimentação no valor de R$ 55

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Os estudantes de escola pública terão direito ao vale-alimentação no valor de R$ 55. Nesta sexta-feira (17), o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, assinou contrato com a Cesta do Povo e o Assaí para a disponibilização do benefício, que começará a ser entregue a partir da próxima segunda-feira (20). 

No supermercado, o estudante deverá ir ao setor de atendimento ao cliente, portando CPF e Carteira de Identidade originais, para a retirada do vale-alimentação. O vale é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, açúcar, café, leite, dentre outros. Em caso de dúvida, o estudante deve ligar para sua escola ou para o 0800 284 0011.

Toda a logística de acesso ao vale-alimentação está sendo organizado. Os detalhes serão informados posteriormente, para evitar aglomerações nos supermercados e a exposição ao risco ao novo coronavírus. Será divulgada uma lista, no domingo (19), no Portal da Educação, com o nome da escola e para qual rede a pessoa que tem o CPF cadastrado na unidade escolar (estudante, pai, mãe ou responsável) deve se dirigir. 

Para os alunos que moram em municípios não atendidas por essas duas redes de supermercado, estão sendo feitos os cartões alimentação, que serão entregues diretamente aos estudantes pelas escolas.

A Cesta do Povo está presente nas cidades de Salvador, Camaçari, Simões Filho, Valença, Dias D´Ávila, Santo Estevão, Gandu, Santa Bárbara, Monte de São João, Morro do Chapéu, Camamu e Ituberá. Já a rede Assaí, nas cidades de Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Juazeiro, Jequié, Ilhéus, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Guanambi, Serrinha, Senhor do Bonfim e Itapetinga. 

"Nossos mais de 3 mil funcionários nas 15 unidades espalhadas por 13 cidades baianas estão trabalhando para garantir que os itens de alimentação, higiene pessoal e material de limpeza cheguem às famílias beneficiadas. E reverteremos ainda parte da receita da venda do benefício alimentação em cestas básicas a serem doadas a instituições beneficentes na Bahia, o que reforça o compromisso de todo o time Assaí com essa parceria. Toda nossa operação está focada em manter nossas unidades abastecidas e operar com os níveis de segurança recomendados pelas autoridades de saúde", acrescenta Belmiro Gomes, presidente do Assaí.