Salvador

Ex-patroa de babá que pulou de prédio é indiciada por quatro crimes

Inquérito foi concluído com indiciamento por ameaça, lesão corporal no âmbito da violência doméstica, cárcere privado qualificado pelos maus tratos e redução a condição análoga à de escravo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A empresária suspeita de agredir uma babá que se jogou de um prédio no Imbuí, em Salvador, em agosto, foi indiciada por quatro crimes, conforme o relatório de conclusão do inquérito do caso. A informação foi revelada nesta quinta-feira (23), pelo titular da 9ª Delegacia Territorial (DT/Boca do Rio), delegado Thiago Rodrigues Pinto, durante entrevista coletiva realizada no prédio-sede da Polícia Civil.

Os crimes pelos quais ela foi indiciada são ameaça, lesão corporal no âmbito da violência doméstica, cárcere privado qualificado pelos maus tratos e redução a condição análoga à de escravo. O delegado explicou como se deu a investigação e destacou o cumprimento das obrigações da Polícia Civil no caso. 

"Todas as medidas de polícia judiciária foram tomadas, inclusive as medidas cautelares – o que não foi necessário informar antes à população, através da mídia, porque o inquérito é sigiloso e qualquer medida que fosse tomada no sentido de informar à imprensa poderia interferir no transcurso da investigação e, agora, da futura ação penal", declarou.

O delegado contou ainda que, ao longo do inquérito, as oitivas foram conflitantes, com contradições tanto por parte da suspeita quanto da vítima, representando um desafio à investigação criminal. 

"Concluímos o procedimento judicial antes do prazo legal de 30 dias. Agora, qualquer outra medida que venha a ser tomada deverá ser originada pelo parecer do Ministério Público", esclareceu.