Salvador

Família de jovem que estava em lancha registra desaparecimento

Força-tarefa entrou nesta terça-feira (29) no sexto dia de resgate

Gil Santos, do Correio 24h

A família de uma adolescente de 12 anos que estava na embarcação Cavalo Marinho I, que virou no mar na última quinta-feira (24), procurou a polícia e a Defensoria Pública nesta terça-feira (29) para registrar o desaparecimento da jovem.

Segundo o delegado titular da Delegacia de Vera Cruz, Ricardo Amorim, a tia da adolescente esteve na delegacia para comunicar o fato. "Ela foi ouvida na segunda-feira (28), à noite, e contou que a jovem estava na lancha. Nós informamos aos Bombeiros e estamos ouvindo outras pessoas sobre o caso", disse o delegado.

As buscas por desaparecidos do acidente onde 19 pessoas já morreram entrou hoje no sexto dia. O último corpo encontrado foi o eletricista Salvador Souza Santos, 68 anos,que morreu após salvar duas pessoas. Cerca de 250 pessoas, entre familiares e amigos, prestaram as últimas homenagens ao 'Guerreiro', como ele era conhecido, no final da manhã desta terça (28) no Cemitério Quintas dos Lázaros, em Salvador.

Investigação

No dia do acidente, segundo testemunhas, duas lanchas passaram pelo local onde a Cavalo Marinho I estava  virada e não prestaram socorro. Questionado sobre a possibilidade de indiciar os proprietários das embarcações, ele disse que isso ainda será investigado. "Estamos ouvindo as testemunhas, mas o nosso foco no momento é a investigação do acidente. Essas outras questões serão vistas mais à frente", contou.