Salvador

Farol da Barra está entre as 17 praias impróprias para banho em Salvador

Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia avaliou 34 praias da região

Editoria Notícias & Empregos
- Atualizada em
O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) chama atenção para que os banhistas evitem as praias impróprias para o banho, neste fim de semana.

Das 34 áreas avaliadas em Salvador e Regial Metropolitana, 17 foram consideradas inadequadas, entre elas as do Farol da Barra, Itapuã e Buraquinho. Estão impróprias também a de Periperi (atrás da estação Férrea), Penha (em frente à Igreja N. S. da Penha), Bogari (em frente ao Colégio João Florêncio Gomes), Pedra Furada (atrás do Hospital Sagrada Família), Boa Viagem (ao lado do Forte) Roma (atrás do Hospital São Jorge), Canta Galo (atrás da antiga fabrica da Brahma, atual FIB), Ondina (em frente ao posto Shell), Rio Vermelho (em frente à Rua Bartolomeu de Gusmão e em frente à Igreja N. S. Santana), Armação (em frente ao Clube Inter. Pass), Boca do Rio (em frente ao Posto Salva Vidas), Corsário (em frente ao Posto Salva Vidas  e em frente ao Posto Salva Vidas Patamares).

Nas demais praias da região metropolitana de Salvador, as condições são normais. Vale lembrar que no período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. Além disso, é desaconselhável, ainda em dias de sol, o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem.