Salvador

Federação: adolescente morre, professora e menina ficam feridas durante ataque de facção

Bandidos chegaram na rua em dois carros e começaram a atirar para cima gritando "CP, CP, CP"

Da redação Correio 24h com Bruno Wendel

Um adolescente morreu e duas pessoas ficaram feridas durante ataque com homens armados na noite de quarta-feira (06) na rua Santo Amaro na localidade da Lajinha no bairro do Engenho Velho da Federação em Salvador. A ação aconteceu quatro dias após a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) terminar a segunda operação de ocupação no bairro que é disputada por duas facções criminosas: Bonde do Maluco (BDM) e Comando da Paz (CP).


De acordo com registro policial feito no Hospital Geral do Estado (HGE), para onde as vítimas foram levadas, dois veículos - um fox vermelho e um volkswagen prata - chegaram na rua com cinco pessoas em cada um e começaram a atirar para cima gritando "CP, CP, CP", em referência à facção criminosa. O local do ataque, segundo moradores, é dominado pela BDM, rival da CP que atua na localidade do Forno, também na Federação.

No ataque, o adolescente Guilherme Godinho Batista, 15, foi baleado com um tiro no tórax. Ele chegou a ser levado para o HGE com vida, mas morreu assim que deu entrada na unidade de saúde. A professora Claudilene das Neves Marinho, 42 anos, e uma adolescente de 13 anos foram baleadas e estão internadas no HGE nesta quinta-feira (07). 



As duas relataram para a polícia que estavam nas portas de suas casas quando ouviram os tiros e acabaram sendo atingidas. Não há informações sobre o estado de saúde delas. Depois do ataque, os dois carros foram abandonados pelos atiradores. A SSP disse que as informações preliminares indicam que houve um confronto entre traficantes e que um deles teria morrido.
 
Na segunda-feira (4) outra pessoa foi baleada na mesma localidade da Lajinha. Um adolescente de 17 anos foi ferido com um tiro na mão após se desentender com um traficante.

Duas ocupações contra o tráfico
As forças da segurança pública já ocuparam o bairro do Engenho Velho da Federação duas vezes no intervalo de menos de um mês. Durante a permanência de polícia na segunda ocupação, que terminou no domingo (3), nove pessoas foram presas e um homem morreu durante um confronto logo no primeiro dia da ocupação.

Um dos principais objetivos da ocupação é enfraquecer a ação de duas das maiores facções criminosas do estado, que disputam áreas do bairro: o Comando da Paz (CP), que atualmente controla as localidades do Forno e Baixa da Égua, e o Bonde do Maluco (BDM), que atua na Lajinha.