Salvador

Festa de Iemanjá será tombada como patrimônio imaterial, diz colunista

Processo está em andamento e já está em fase de conclusão

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Tradicional evento popular da cidade, a Festa de Iemanjá será tombada como Patrimônio Imaterial de Salvador, de acordo com informações do colunista Ronaldo Jacobina, do jornal CORREIO. O processo está em tramitação para ser inscrito no Livro do Registro Especial dos Eventos e Celebrações da Fundação Gregório de Mattos (FGM).

Foto: Reprodução/Secom

A diretora de Patrimônio e Humanidades da FGM, Milena Tavares, contou ao colunista que o pedido de Tombamento foi feito pela Ordem dos Advogados do Brasil - secção Bahia (OAB-BA) e contou com o apoio da Colônia de Pescadores, realizadora da festa popular. “Já iniciamos os estudos junto aos pescadores e vamos elaborar um plano de salvaguarda dessa importante manifestação popular”, disse Milena à coluna de Jacobina.



A notificação de abertura do processo foi formalizada com assinatura de Fernando Guerreiro, presidente da FGM. Segundo Ronaldo Jacobina, o processo está em fase de instrução (conclusão). Fernando Guerreiro destacou a força da festa para a população. “Além de ser uma das manifestações populares mais importantes da cidade, vem mantendo a sua força ao longo dos anos e se fortalecendo”, disse o presidente da fundação à coluna.