Salvador

Grupos de religiões de matrizes africanas realizam ato em Salvador hoje

Na quinta-feira (9), caravanas de todo o país se mobilizam para participar do julgamento, às 14h, em Brasília, na área externa do Supremo Tribunal Federal (STF)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Nesta quarta-feira (8), a partir das 17h, grupos de religiões de matrizes africanas realizam um ato em protesto contra o julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 494601, referente ao sacrifício de animais em ritos religiosos, na Praça Municipal, Centro de Salvador.  Na quinta-feira (9), caravanas de todo o país se mobilizam para participar do julgamento, às 14h, em Brasília, na área externa do Supremo Tribunal Federal (STF).

O Coletivo de Entidades Negras (CEN) e o Centro Nacional de Africanidade e Resistência Afro-Brasileira (CENARAB), duas das principais entidades que atuam em defesa dos povos tradicionais de matriz africana e de terreiros, explicam que o acesso ao plenário do STF, na Praça dos Três Poderes, obedece ordem de chegada.

Durante o julgamento, os 11 ministros da Suprema Corte irão julgar, durante a sessão de quinta-feira (9) se uma norma do Rio Grande do Sul que autoriza o sacrifício ritual de animais nas religiões de matriz africana é constitucional. O Ministério Público recorreu ao STF, alegando pedindo que a  Corte Suprema impeça o exercício das religiões afro-brasileiras, que entendem que a prática é um rito de sacralização e não de violência.