Salvador

Homem é morto a tiros após assaltar cliente de posto de combustível na Pituba

Trio atacou condutora de veículo na Avenida Magalhães Neto, quando ela calibrava um pneu. Na fuga, um dos suspeitos foi baleado e morreu

Bruno Wendel, do Correio 24h (bcardoso@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Um assalto terminou com a morte de um dos suspeitos na noite desta quarta-feira (5), na Avenida Professor Magalhães Neto, bairro da Pituba, em Salvador. Thiago Carmo dos Santos foi baleado quando tentava fugir, após roubar uma mulher dentro de um posto de combustível, e acabou morrendo. Os crimes aconteceram a pouco mais de um quilômetro da 16ª Delegacia Territorial (Pituba).

Outros dois criminosos que participaram da ação conseguiram fugir. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Até agora, não há identificação do autor dos disparos e nem dos comparsas do suspeito morto.

Posto onde ocorreu assalto a motorista é um dos mais movimentados da Pituba
(Foto: Bruno Wendel/CORREIO)


De acordo com a polícia, o assalto aconteceu por volta das 20h, no posto Shell que ao lado de uma concessionária de veículos, no sentido Avenida Tancredo Neves. Uma mulher tinha acabado de calibrar os pneus, ao lado da loja de conveniência do posto, quando foi abordada por um dos ladrões que exibia uma arma.

Na ação, o ladrão levou o celular e uma quantia em dinheiro da vítima, que já estava dentro do carro, se preparando para partir. Ela disse à polícia que ficou em estado de choque.

Tiros
Instante depois, a motorista escutou quatro estampidos, ocasião em que ela deixou o carro às pressas e correu para dentro da loja de conveniência, juntamente com outras pessoas que estavam por perto.

Depois da correria, uma aglomeração se formou em frente a um dos prédios da concessionária. Foi o momento em que um dos ladrões foi encontrado morto.

Em seguida, guarnições da Polícia Militar chegaram ao local. Iniciando a apuração dos fatos, os policiais encontraram a vítima do assalto que reconheceu o morto como sendo o rapaz que havia lhe assalto armado.

Arma de plástico
A arma usada na abordagem à vítima estava ao lado do corpo – uma pistola cinza. No entanto, uma surpresa. Após a chegada de peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), que analisaram a cena do crime, foi constatado que a arma era de plástico.

Ainda sobre análise da cena do crime, os peritos encontraram um documento que identificou o homem morto como Thiago Carmo dos Santos.

Seguranças
Durante apuração do CORREIO, os frentistas do posto disseram que os tiros foram disparados por seguranças da concessionária, que já estava fechada. “Os seguranças viram quando um carro parou em frente à concessionária e desceram três homens, mas somente um andou em direção ao posto”, contou um frentista.

Ainda de acordo com a fonte, os seguranças aguardaram um dos bandidos retornar do posto. “Eles perceberam logo em seguida que eram um assalto. Aí, quando o ladrão se aproximava dos comparsas, os seguranças atiraram. Um morreu na hora e os outros dois fugiram”, contou.

Na manhã desta quinta-feira, 06, a equipe de reportagem do CORREIO esteve na concessionária. Uma gerente de vendas informou que não tinha conhecimento do assalto e que os seguranças que trabalham à noite não usam armas.  

Pânico
Como os disparos foram efetuados por volta das 20h, o posto estava movimentado e o pânico foi inevitável. “Foi uma correria danada. Quem abastecia, se abaixou no carro. Quem estava em pé, correu para dentro da loja de conveniência”, contou outro frentista.

Dentro da loja era só tensão, mesmo com o cessar dos disparos. “Custou para as pessoas saírem. A loja esvaziou quando quem estava lá fora disse que tudo tinha acabado e que a polícia tinha sido acionada”, relatou.