Salvador

Ladrões invadem e roubam gabinete da vereadora Marcelle Moraes (PV)

Uma janela aberta permitiu que dois homens entrassem e levassem aparelhos e documentos

Redação Correio 24h
Uma Janela aberta. Foi o suficiente para dois homens terem acesso ao gabinete da vereadora Marcelle Moraes (PV) e levarem dois aparelhos de TV, um notebook e documentos, entre eles, projetos que seriam apresentados na Câmara de Vereadores. 
A invasão aconteceu na noite desta quarta-feira (11). O gabinete funciona no Edifício Bahia Center, localizado na rua Ruy Barbosa, no Centro de Salvador. 
Foto: Divulgação/CMS
No início da manhã desta quinta-feira (12), a Assistência Militar da Câmara encontrou o notebook em ponto de veNda de drogas numa rua ao lado da Câmara. A vereadora disse que ainda não registrou queixa em delegacia. 
 “Não arrombaram. Alguém entrou e deixou a janela aberta para que eles pudessem entrar. É alguém que já conhecia o gabinete”, disse a vereadora ao CORREIO.
Segundo ela, imagens de uma das câmeras do prédio registraram a ação dos bandidos. “Eles entraram pela janela da recepção. São dois homens. Agora, estamos buscando as imagens anteriores para saber quem deixou a janela aberta”, disse a vereadora. 
Além dos equipamentos, documentos foram levados pelos bandidos, o que causou estranheza para a vereadora. “Estavam em pastas organizadas: os projetos que eu ia apresentar à Câmara, projetos que estava elaborando, ofícios que seriam encaminhados a secretarias, além de documentos de cunho pessoal. Estranho?”, questionou Marcelle, que emendou em seguida:  “Aqui entra muita gente e meu gabinete é primeiro. Mas com certeza é alguém que conhecia o sistema de funcionamento da Câmera. Existem muitas pessoas que estão aqui, mas necessariamente não trabalham aqui, como vendedores de balas, por exemplo. Só uma investigação para apontar os culpados”, declarou. 
A invasão foi nota por volta das 8h, quando duas funcionárias chegaram para trabalhar. “Inicialmente, elas encontraram marcas de pés e mãos nas paredes e sofá. Posteriormente demos por dos aparelhos e documentos”, finalizou.