Salvador

Motorista atravessa ônibus na av. Bonocô em protesto contra morte de rodoviário

O trânsito está bastante congestionado no sentido Centro

Redação Correio (redacao@correio24horas.com.br)
- Atualizada em
Um motorista de ônibus da empresa Vitral colocou o veículo atravessado em parte da avenida Bonocô, sentido Centro, por volta das 8 horas desta quinta-feira (09), e provoca um longo congestionamento na via.

O rodoviário, ainda não identificado pela Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), protesta contra a morte de seu colega, Gilmar Gomes de Lima, 41 anos, morto em Cosme de Farias por volta das 6 horas da manhã de ontem.

O motorista foi baleado no lado direito do tórax, em circunstâncias ainda não esclarecidas quando estava indo trabalhar na Ladeira da Paz, no bairro de Cosme de Farias. Gilmar foi encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu.

Protestos
A insegurança nas ruas próximas a uma das principais avenidas de Salvador, a Mário Leal Ferreira (Bonocô), causou a revolta de cerca de 100 moradores da Baixa da Paz, em Cosme de Farias, na manhã de ontem. Depois da morte de Gilmar Gomes de Lima, eles queimaram pneus, madeira e papelões e fecharam o trânsito. Por volta das 10h, os dois sentidos da avenida foram bloqueados, o que durou cerca de 20 minutos. Com isso, a lentidão atingiu a avenida Paralela.

Os bombeiros chegaram no local, mas só conseguiram conter o fogo após negociação da Polícia Militar com os moradores. “Na hora que a gente precisa de polícia, não aparece. Um pai de família saindo para trabalhar é morto. A vida hoje não vale mais nada”, disse a doméstica Anaildes Oliveira, 58, vizinha de Gilmar. De acordo com os manifestantes, os assaltos costumam ocorrer com mais frequência no início da manhã, quando a maioria dos moradores sai para trabalhar. “Aqui a gente fica com medo de sair. Os vagabundos ficam na passarela e isso causa uma revolta imensa”, reclamou a dona de casa Georgina Cunha, 52. A avenida só foi completamente liberada no final da manhã.