Salvador

Motorista de aplicativo foi preso por envolvimento em assassinato de dentista

De acordo com informações da polícia, dois suspeitos seguem foragidos e trio costumava realizar roubos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


O suposto motorista de aplicativo Paulo Souza Maia, 35 anos, foi preso acusado de participação no assassinato da dentista Rita de Cássia Guedes Fernandes, 59 anos, em uma tentativa de assalto no início do mês de junho. No início da noite desta sexta-feira (5), Paulo Souza foi apresentado na sede da Polícia Civil, na praça da Piedade.

Paulo foi preso por agentes dos departamentos de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e de Polícia Metropolitana (Depom) enquanto lavava o veículo utilizado no crime, um Volkswagen Fox, de cor prata, que está em nome da avó dele, no bairro de Cosme de Farias.

Paulo é suspeito de matar dentista no IAPI (Foto: Alberto Maraux/SSP)
De acordo com informações da Polícia Civil, o motorista possuía mandado de prisão temporária e se escondia na localidade da Baixa do Tubo. Durante a tentativa de roubo, Paulo e outros comparsas abordaram a vítima na rua Professor Moura de Bastos. Rita foi baleada, socorrida por uma equipe da PM, mas não resistiu aos ferimentos.

"Paulo era integrante de uma quadrilha especializada em roubos e usava o carro dele, que estava no nome de sua avó, para a prática criminosa", contou o diretor do  Departamentos de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), o delegado Élvio Brandão.

Além disso, as investigações apontam que mesmo sabendo da repercussão do latrocínio, o motorista continuou atuando com outros comparsas e não procurou a polícia. "Temos a informação, inclusive, de que ele praticaria um novo roubo neste próximo sábado", completou o delegado.

O motorista contou à polícia que foi usado para cometer o crime, que dois passageiros solicitaram uma corrida e cometeram a tentativa de assalto.  Paulo foi preso sob medida preventiva, com validade de 30 dias, e vai ser indiciado por latrocínio (roubo - ou a tentativa - seguido de morte).
Dentista morta em tentativa de assalto (Foto: reprodução)

O caso

Uma dentista, cujo nome é Rita de Cássia Guedes Fernandes, foi morta no dia 11 de junho durante uma tentativa de assalto. O crime aconteceu na Rua Professor Moura Bastos, localizada no bairro do IAPI. Rita tinha acabado de sair do hospital Ana Nery, localizado na Caixa D'Água, onde trabalhava.