Salvador

Navio-veleiro Cisne Branco abre ao público nesta terça-feira (15)

Visitantes vão poder visitar as instalações externas da embarcação da Marinha no feriado

Redação Correio 24h

Cerca de duas mil pessoas são esperadas no Porto de Salvador nesta terça-feira (15). É que o navio-veleiro Cisne Branco, da Marinha, atracou na mais uma vez capital baiana e abre as portas para visitação do público, somente na terça, de 14h às 18h. Em sua primeira navegação, em 2000, o navio percorreu a rota do descobrimento, de Portugal à cidade de Porto Seguro, no Sul do estado, em homenagem aos 500 anos do Brasil. Por questões de segurança, segundo a Marinha, os visitantes poderão conhecer apenas as instalações externas da embarcação. 

Com 2.195 metros quadrados e pesando mil toneladas, o Cisne Branco é um veleiro do tipo Tall Ship (navio alto), tem o esqueleto de aço revertido em madeira, possui 32 velas e funciona, prioritariamente, guiado por elas. "Nós tentamos manter essa cultura das velas porque ajuda a fomentar, também, o trabalho em equipe", afirmou o capitão de mar e guerra João Alberto de Araújo Lampert. De acordo com capitão Lampert, o Cisne Negro é uma navegação de representação e instrução, o que significa que ele tem a função de apresentar a cultura do mar às pessoas, além de representar do Brasil em regatas internacionais e eventos cívicos. 

Embora não seja um navio-escola, o veleiro ajuda a instruir novos marinheiros. "Os novatos aprendem muita coisa básica, mas considerada essencial para nossa profissão", ressaltou o capitão, acrescentando que este é o terceiro navio da Marinha batizado com o nome de Cisne Branco, mas que é três vezes maior que os anteriores, já aposentados. Durante a visita, o público vai contar com uma pequena introdução à história da embarcação. "Nós esperamos que o público compareça, é uma experiência muito rica, que ensina muito sobre a cultura marítima", reiterou capitão Lampert.

A tripulação do Cisne Branco é composta por 52 militares, sendo 10 oficiais e 42 praças. Essa capacidade, porém, suporta mais 30 aspirantes (público extra). O Cisne Branco atracou em Salvador nesta segunda-feira e já na quarta-feira (16) segue para Maceió, em Alagoas, em seguida tem parada em Vitória, no Espírito Santo e, por último, em 22 de novembro, no Rio de Janeiro, 1º Distrito Naval, ponto oficial de parada. Em julho de 2017 o navio vai à Europa para representar o Brasil em uma regata de veleiros. 

Correio24horas