Salvador

"Nós só queremos justiça", diz filha de vítima de acidente no Campo Grande

Carla Beatriz Santana Santos, de 37 anos, faleceu após ser atropelada por um carro que invadiu a calçada

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

"Nós só queremos justiça", disseram a filha única e irmã da atendente de telemarketing, Carla Beatriz Santana Santos, de 37 anos, vítima fatal do acidente que ocorreu nesta terça-feira (4) no Campo Grande, durante uma breve entrevista à TV Bahia. Visivelmente abaladas, elas foram prestar depoimento na 1º Delegacia Territorial/Barris, e disseram que não tinha mais detalhes sobre o ocorrido.

Foto: Reprodução/TV Bahia
No início da tarde desta terça-feira (4), uma caminhonete colidiu com um para-choque de ônibus na região do Campo Grande, perdeu o controle, invadiu a calçada e atropelou duas mulheres: mãe e filha. Carla chegou a ser socorrida, mas faleceu a caminho do hospital. Já Rita de Cássia Santana, de 56 anos está internada em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE). Ela está em coma induzido e ainda não sabe da morte da filha.

De acordo com informações da TV Bahia, a delegada do caso, Rogéria Araújo, informou que a motorista da caminhonete foi até a delegacia muito abalada, registrou a ocorrência e prestou depoimento. Até este momento, o motorista do ônibus não foi ao local e já foi intimado pela polícia pata depor.

A delegada informou ainda que solicitou imagens das câmeras de seguranças de estabelecimentos e prédios próximos ao acidente para saber ao certo o que ocorreu.