Salvador

Paralisação dos Rodoviários: Prefeitura irá oferecer 300 micro-ônibus nesta sexta (14)

Medida visa suprir demanda de transporte com a possível adesão dos rodoviários à greve geral

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) irá oferecer 300 micro-ônibus nesta sexta-feira (14) em virtude da possível paralisação dos rodoviários que devem aderir à greve geral por 24h.  Os coletivos irão fazer alguns dos principais roteiros da cidade.

Os micro-ônibus do Sistema de Transporte Especial Complementar (STEC) devem operar em alguns dos principais roteiros de Salvador e irão abranger áreas como Avenida Silveira Martins, Castelo Branco, Cajazeiras, Boca da Mata, Suburbana, Orla e Centro, tendo como principais destinos as regiões da Lapa, Ribeira, Iguatemi, Pituba e Itaigara.

Além dos 300 micro-ônibus, 800 veículos do Transporte Escolar e do Transporte Turístico foram também autorizados pela Semob a circular na sexta-feira para atender aos passageiros na cidade.

Os veículos do STEC trabalharão de acordo com a demanda de passageiros neste dia. Agentes da Semob estarão nas ruas para fiscalizar a atuação desses itinerários flexíveis. A própria Semob esclarece que a paralisação desses veículos deixa as empresas sujeitas a multa no valor de R$ 1.120.000  por cada dia paralisado.

Greve geral
Promovida pela Central Única de Trabalhadores (CUT), a greve geral desta sexta-feira (14) contará com ato às 6h na Rótula do Abacaxi. Pouco antes disso, às 5h, haverá paralisação das fábricas em Salvador e às 15h os manifestantes devem se reunir no Campo Grande em caminhada.

A CUT reivindica o direito a aposentadoria e protesta contra a reforma da previdência. Manifestações devem ocorrer em outras cidades da Região Metropolitana de Salvador e no interior do estado, como Camaçari, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna e Barreiras.