Salvador

Passagem de ônibus a R$ 2,80 começa a ser cobrada hoje

O aumento de 30 centavos equivale a 12% em relação ao valor anterior de R$ 2,50

Da Redação
- Atualizada em

Quem for pegar ônibus hoje precisa separar mais dinheiro: a passagem vai custar R$ 2,80, um aumento de 30 centavos (12%) em relação ao valor anterior de R$ 2,50. Em contrapartida, o tempo de integração tarifária com o Salvador Card, que permite o pagamento de meia passagem para quem pega um segundo ônibus de letra diferente, será ampliado de uma para duas horas.


Segundo o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Seteps), o aumento salarial de 7,5%, os 4,09% a mais nos tíquetes refeição e o pagamento do quinquênio aos motoristas e cobradores motivou o reajuste. O Seteps pediu que o valor mudasse para R$ 3,15, mas a prefeitura definiu em R$ 2,80. A partir de hoje, Salvador tem o quinto ônibus mais caro do país, à frente de capitais como Rio de Janeiro (R$ 2,75), Belo Horizonte (R$ 2,65) e Recife (R$ 2,15).


Se o pedido inicial de R$ 3,15 do Seteps fosse acatado, a cidade teria o transporte público mais caro do Brasil e passaria São Paulo, metrópole onde o passageiro paga R$ 3. Segundo o secretário municipal de Transportes e Infraestrutura (Setin), José Mattos, o reajuste levou em conta uma possível defasagem nos lucros das empresas de transportes, que mantinham o mesmo valor há 1,5 ano.


A prefeitura tem uma dívida de  R$ 600 milhões com as empresas de coletivos, atribuída por Mattos a "distorções" nas tarifas ao longo dos anos . O secretário afirmou que, até 2014, serão renovados mil ônibus. Além disso,  70% de toda a frota, que tem 2,7 mil veículos, vai ser adaptada para deficientes físicos. Desde a semana passada, estudantes têm protestado contra o aumento em redes sociais como o Orkut e o Facebook e também em alguns pontos da cidade, como a Estação Iguatemi.


Apesar das reações, a assessoria de comunicação da Polícia Militar (PM) foi procurada pela reportagem e garantiu que nenhuma operação especial está prevista para ajudar a organizar a cidade diante de possíveis manifestações contra o aumento que possam ocorrer hoje. O próximo reajuste de passagem, segundo a prefeitura, está previsto para dezembro de 2013.