Salvador

Pernambués continuará com medidas restritivas por mais sete dias

Aúncio do adiamento foi feito nesta sexta (5) pelo prefeito ACM Neto, no lançamento do Guia de Apoio ao Empreendedor durante e pós-pandemia, em coletiva virtual

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

As medidas restritivas regionalizadas e ações de proteção à vida contra o coronavírus em Pernambués foram prorrogadas por mais sete dias. Com isso, as iniciativas setorizadas no bairro, que venceriam nesta sexta-feira (5), passam a valer até o próximo dia 12. O anúncio do adiamento foi feito hoje pelo prefeito ACM Neto, no lançamento do Guia de Apoio ao Empreendedor durante e pós-pandemia, em coletiva virtual.


"As medidas regionalizadas têm surtido efeito positivo. Diariamente, fazemos balanço sobre as ações adotadas na cidade. Estamos atuando ou já atuamos nos bairros com o maior número de ocorrências de contaminação e com elevados índices de relaxamento no isolamento social. Não temos dúvida que esse é o melhor caminho, fechando o comércio de forma setorizada. Até porque não temos capacidade de fiscalizar a cidade toda num só tempo", disse ACM Neto.


Vale frisar que, em Pernambués, do dia 30 de maio até ontem (4), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realizou 886 testes rápidos para detecção da Covid-19. Deste montante, 178 pessoas testaram positivo para a doença.


Além de Pernambués, atualmente, as medidas regionalizadas seguem valendo em Fazenda Grande do Retiro, Tancredo Neves/Beiru, Cabula, Paripe, Periperi e Lobato. Neste sábado, São Marcos entra na lista. Nesses locais, os comércios formais e informais devem permanecer fechado, independentemente do tamanho da área, com exceção das atividades essenciais, a exemplos de supermercados, padarias, delicatessens, farmácias, açougues, estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery (sem retirada no local) e serviços de saúde.


Já as ações de proteção à vida consistem na distribuição de cestas básicas para trabalhadores informais e de máscaras de proteção para a comunidade, além de realização de testes rápidos para detecção do coronavírus, medição de temperatura, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e Cras Itinerante.