Salvador

Policial militar e ex-PM são presos após perseguição na Estrada do Coco

Segundo denúncia, os dois atiravam na orla de Arembepe quando a polícia foi chamada

Redação Correio 24h
Um policial militar e um ex-PM foram presos na noite de sexta-feira (3) após uma perseguição na Estrada do Coco (BA-099). A corporação, em nota, informou que policiais da 59ª Companhia Independente (Vila de Abrantes) foram acionados, por volta das 21h, após denúncia de que dois homens em um Celta prata realizavam disparos de arma de fogo na orla de Arembepe, no município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Houve perseguição e, como os suspeitos não obedeceram à ordem de parada e continuaram a fugir no sentido de Salvador, foi chamado reforço. Ainda de acordo com a PM, guarnições do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) realizaram um bloqueio na Estrada da Cascalheira após informação de que os indivíduos haviam rompido a cancela do pedágio da Concessionária Litoral Norte, que administra a rodovia.

Após serem interceptados, os suspeitos desceram do carro com "sinais claros de embriaguez", segundo a PM. Um deles estava armado. A polícia informou que houve resistência e desrespeito às guarnições, além de desobediência às determinações dos policiais - momento em que os dois alegaram ser policiais militares.

Os suspeitos foram identificados, sendo um policial militar e outro ex-policial militar, demitido da corporação depois de responder por furto e falsidade ideológica. Os nomes da dupla não foram divulgados.

A ocorrência foi registrada na 26ª Delegacia (Vila de Abrantes) e encaminhada para a Corregedoria da Polícia Militar, que vai apurar o caso.