Salvador

Prefeitura consegue autorização de empréstimo para requalificação urbana

Trecho do Farol de Itapuã está entre os que passarão por reforma

Redação Correio 24h
A Prefeitura conseguiu autorização da Comissão de Financiamentos Externos do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão para empréstimo de até US$ 60,7 milhões junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). O valor será usado no Programa de Requalificação Urbana de Salvador (Proquali), que terá totais de investimento de US$ 121,4 milhões. O dinheiro será investido, entre outros, na recuperação do trecho da orla do Farol de Itapuã.
“Com as contas ajustadas e com responsabilidade fiscal, a Prefeitura tem buscado parcerias com organismos multilaterais para promover um salto de qualidade no desenvolvimento social e econômico da nossa cidade”, diz o secretário da Casa Civil, Luiz Carreira, que celebrou a autorização.
Na próxima semana, iniciam as missões técnicas do Proquali. Entre os projetos do programa estão ainda o Plano Municipal de Saneamento Básico, o Plano Diretor de Tecnologia (Salvador Inteligente) e a implantação do Museu da Música Brasileira.
Também passarão por requalificação o trecho da orla em Amaralina, a Praça Cairu e o Corredor da Fé (percurso da Lavagem do Bonfim), além da própria igreja e da Base da Colina Sagrada.

Farol
Itapuã vai receber novas obras para recuperação da Rua Farol de Itapuã, um dos cartões postais da capital. No local, serão implantados quatro novos quiosques, que terão o mesmo padrão arquitetônico dos que já estão funcionando no bairro, além de 350m de ciclovia, estacionamento em área livre e calçadão de concreto e de piso intertravado para uso de pedestres.
O projeto  foi elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e compreende apenas a Rua do Farol de Itapuã em 21,5 mil metros quadrados, no trecho entre as casas da Marinha e a curva da casa que pertenceu ao poeta Vinicius de Moraes. As obras terão investimento de aproximadamente R$ 2,5 milhões e serão executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra).
A ordem de serviço para início das obras está prevista para as próximas semanas, e a previsão para duração das intervenções é de quatro meses. "É uma área que está extremamente tumultuada e com conflito grande carros, pois há motoristas que avançam para estacionar na areia da praia. O projeto é bem orgânico e atende a uma região que tem que ser preservada", explica a presidente da FMLF, Tânia Scofield. 

Obras
Itapuã fez parte das obras de requalificação feitas pela prefietura em 2015. Na época, houve reconstrução da sede da Colônia de Pescadores, além da criação da Praça do Dendê e instalação de quiosques para venda de acarajé, coco e tapioca. Sanitários públicos também foram disponibilizados no local.
A Sereia passou por restauração pelas mãos do próprio criador, Mário Cravo. O busto de Dorival Caymmi também foi recuperado, sob supervisão da Fundação Gregório de Matos. Já na orla foi instalada uma escultura em tamanho natural do cantor e compositor baiano, com obra de Tati Moreno. Foram investidos nessas obras R$12 milhões.