Salvador

Prefeitura disponibiliza ônibus gratuito entre San Martin e Largo do Tanque

Os ônibus circularão entre 6h e 22h, suprindo a demanda das linhas que tiveram de ser desviadas por conta de buraco

Correio 24h

A Prefeitura disponibilizou neste sábado (01) dois ônibus para circularem entre a San Martin e o Largo do Tanque com o objetivo de atender passageiros que trafegam nessa região, que precisou ser interditada em razão de um problema na rede de drenagem.Os ônibus circularão entre 6h e 22h, todos os dias, gratuitamente, suprindo a demanda das linhas que tiveram de ser desviadas - as que são provenientes de bairros como São Caetano, Pirajá, Liberdade e do Viaduto dos Motoristas terão que subir por São Caetano e descer pela Fazenda Grande do Retiro. No sentido contrário, o trajeto será o inverso. Outras linhas farão o retorno no Largo do Tanque.As obras de reparo para garantir o retorno do tráfego no local já estão ocorrendo desde a noite de quinta-feira (30), quando o trânsito no trecho foi totalmente interditado nos dois sentidos. A Prefeitura pretende disponibilizar cinco ônibus para essa operação a partir de segunda-feira (04), até que as obras sejam finalizadas.Desde a quarta-feira (29), o tráfego na Av. San Martin estava ocorrendo em apenas uma pista; o asfalto cedeu e deu lugar a uma cratera com mais de cinco metros de largura, após as chuvas dos últimos dias. “Uma parte é problema da Embasa reconhecido, e a outra parte pode ser problema de drenagem da rede de água. Uma das principais avenidas da cidade vai ter que ficar interditada por um período, porque o problema foi sério”, explicou o prefeito ACM Neto em coletiva sobre ações da prefeitura para a chuva.A Embasa informou que enviou uma equipe técnica até o local, na noite de ontem, mas que ainda não tinha uma previsão para o reparo. A Transalvador solicita que motoristas evitem trafegar pela região. Para quem não puder evitar o trecho e vai para o Largo do Tanque deve fazer o retorno no GBarbosa. Já quem segue para o Largo do Retiro deve retornar na Igreja Universal ou pegar um desvio para o bairro de Santa Mônica. 

Correio24horas