Salvador

Prefeitura prorroga auxílio de R$ 270 para trabalhadores informais

Prefeito disse também que manteve como beneficiários os mesmos profissionais da primeira etapa do projeto

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Em entrevista coletiva virtual, o prefeito ACM Neto, decidiu prorrogar o auxílio de R$ 270 para trabalhadores informais de diversas categorias. De acordo com o G1 Bahia, o programa foi criado como uma medida pra minimizar os efeitos econômicos e sociais da pandemia do novo coronavírus.

Segundo ainda o G1 BA, a prorrogação do projeto, chamado 'Salvador Por Todos', será enviada para a Câmara Municipal para aprovação e prevê o pagamento de mais uma parcela do auxílio em julho. 

“O primeiro mês é certo. Mas pagaremos os três meses, caso seja necessário. Se a pandemia continuar, se os efeitos econômicos perdurarem, se não conseguirmos voltar com as atividades, mantém por três meses”, informou o prefeito.

O prefeito disse também que manteve como beneficiários os mesmos profissionais da primeira etapa do projeto, como as baianas de acarajé, ambulantes, feirantes, camelôs, barraqueiros, baleiros, taxistas, motoristas de aplicativo e mototaxistas com idade superior a 60 anos, guardadores de carros, recicladores e titulares do benefício moradia.

O projeto prevê ainda a distribuição de cestas básicas para integrantes do Cadúnico em situação de extrema pobreza, idosos escritos no Cadúnico, mototaxistas e guias de turismo em situação de vulnerabilidade social.

“Sabemos que outras gostariam de ser incluídas, mas a prefeitura tem um limite orçamentário. O ideal seria pagar todo mundo, mas não é possível. Mantivemos os contemplados na primeira etapa, e essas pessoas não conseguiram ainda retomar suas atividades econômicas. Todas perderam a renda e trabalhavam ou trabalham no comércio informal. Não têm carteira assinada, não tem suporte ou apoio de um programa de transferência fixa de renda”, disse o prefeito.